22/02/2013 às 16h27min - Atualizada em 22/02/2013 às 16h27min

Tatuador é baleado no rosto e ex-mulher é suspeita de ser mandante

Olhar Direto
Olhar Direto

Uma tentativa de homicídio mobilizou a polícia, em Barra do Garças (509 km de Cuiabá), a procura de dois motoqueiros que balearam no rosto o tatuador Alfeu Paulo de Souza Oliveira, 31 anos. A tentativa de homicídio aconteceu quarta-feira (20). O projétil acertou a mandíbula da vítima, que inicialmente foi atendida no Pronto Socorro barra-garcense e depois removida para Goiânia-GO devido a complexidade do ferimento, todavia Alfeu não corre risco de morte.

O tatuador é conhecido nacionalmente pelo visual exótico e por já ter concedido entrevistas em programas de TV.

Alfeu mora hoje em Uberlândia, Minas Gerais, e estava em Barra do Garças com finalidade de participar de uma audiência sobre a guarda da filha de 6 anos que teve com uma moção de Barra, Maibe. A ex-mulher é a apontada como suspeita de ter encomendado o crime contra o tatuador. Desde que separou, ele reclama que não consegue ver a filha. A mãe do tatuador informou aos policiais que Maibe teria sido vista na garupa de uma segunda moto que passou junto cmo a moto do atirador. A ex-mulher não aceita perder a guarda da filha e já teria ameaçado o tatuador anteriormente.

A participação da ex-mulher como mandante do crime ainda não foi confirmada pela polícia. Cleiton Marçal Albuquerque, que estava juntamente com a ex-mulher do tatuado, também foi conduzido até a delegacia para prestar informações. O delegado Adilson Gonçalves está interrogando testemunhas e os acusados nesta quinta-feira (21).

Alfeu morou em Barra do Garças em 2008 quando conheceu a ex-mulher e iniciaram um relacionamento. O casal se mudou para Uberlândia e depois veio a separação. Com o fim do casamento, o tatuador alega dificuldade de ver a filha. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%