25/11/2017 às 06h25min - Atualizada em 25/11/2017 às 06h25min

Polícia prende suspeito de atropelar professora em Barra do Garças

PM - MT
Araguaia Notícia
Uma ação integrada da Polícia Militar, Polícia Civil e com apoio da Politec, na sexta-feira (24/11), resultou na prisão do suspeito de ter atropelado a professora Mónica Alencar Miranda, de 33 anos, em Barra do Garças. Foi detido um homem de 43 anos, iniciais I.N.S, que segundo levantamento da polícia, estaria conduzindo um veículo Del Rey que foi encontrado no bairro Jardim Palmares debaixo de uma lona e com um pedaço da roupa que a professora estava usando no dia do atropelamento.

Monica foi professora quando saiu do show de Cleber e Cauã. Ela ficou internada por alguns na UTI do Pronto Socorro e agora está em recuperação. A professora foi localizada na manhã do domingo (19/11) em frente ao antigo clube SESI de Barra do Garças na BR 070 caída as margens da rodovia com grave ferimento na cabeça, que posteriormente foi constatado como traumatismo craniano após ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros.

O suspeito foi preso no bairro Palmares onde foi encontrado o veículo, no local foi chamado a POLITEC para realizar perícia no veículo, onde foi possível encontrar um pedaço da roupa que a professora usava no dia que foi atropelada.

No show de Cleber e Cauã, Monica encontrou ex-marido e saíram juntos, todavia tiveram um desentendimento perto do antigo clube do Sesi onde ela pediu para descer do carro. Na sequencia, a professora foi atropelada. O condutor do carro deve responder por omissão de socorro entre outros agravantes.

Nesta semana, ex-marido de Mônica (que chegou a ser investigado pelo ocorrido com a professora, se manifestou através do advogado onde disse que esteve com a professora após o show mas que após o desentendimento ela desceu do carro. 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.9%
4.5%
19.5%
74.1%