30/10/2017 às 22h20min - Atualizada em 30/10/2017 às 22h20min

Jornalistas e professores de jornalismo reivindicam piso salarial para concurso de assessor de imprensa da Câmara de Barra do Garças

Konrad Felipe
Assessoria / CMBG

Na tarde de segunda-feira (30/10) professores da UFMT e jornalistas de Barra do Garças se reuniram com o presidente da câmara, vereador Miguelão (PSB), para reivindicar o piso salarial da categoria no concurso da Câmara de Barra do Garças.O edital prevê salário de R$ 1.021,85 para assessor de imprensa com formação superior em Jornalismo ou Comunicação Social. Os jornalistas pedem para que o edital seja retificado, reajustando o salário para o piso da categoria no Estado que atualmente é de R$ 2.400,00.

Para o professor do curso de jornalismo da UFMT-Araguaia, Jorge Arlan de Oliveira Pereira, os jornalistas buscam a valorização da categoria no município. “Não temos a correspondente valorização dos jornalistas em Barra do Garças. Essa reivindicação busca mudar a perspectiva salarial do jornalista em nossa cidade e, tendo o reconhecimento do Poder Legislativo ajuda na construção de melhores condições salariais”.

O presidente da câmara, vereador Miguelão, disse que enviará para a sessão dessa segunda- feira o projeto de lei que altera os vencimentos do cargo de assessor de imprensa. “Estou encaminhado para o jurídico ver a viabilidade de podermos ler e votar na noite de hoje esse projeto, para que dê tempo para a sanção e retificação do edital do concurso”. 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.1%
4.6%
16.9%
77.5%