11/02/2013 às 10h33min - Atualizada em 11/02/2013 às 10h33min

Major pede integração entre as policias e deve retornar GPT

Olhar Direto
Olhar Direto

O novo comandante da Polícia Militar (PM) em Aragarças-GO, major Albernaz, definiu como meta aumentar a integração entre as Polícia Militar e Civil no município goiano e outra novidade será a volta do Grupo de Patrulhamento Tático (GPT) as ruas, fato que virou até tema durante a campanha eleitoral.

O policiamento foi suspenso em 2008 quando houve uma série de mortes em Aragarças. Treze jovens foram executados e sete militares do GPT foram presos acusados de participarem de um grupo de extermínio. Porém, a maioria dos militares acusados foi absolvida por falta de provas.

Na quarta-feira (6), o major Albernaz durante visita ao prefeito Aurélio Mendes confirmou sua intenção de retornar o patrulhamento. Ele adiantou que um grupo está sendo treinado em Goiânia para assumir o GPT. Sobre a integração das policias, Albernaz destacou a importância de trabalhar em parceria com outras instituições e ressaltou que vai lutar para trazer o Policiamento de Fronteira criado pelo governo em Piranhas para a cidade de Aragarças pelo fato desta última realmente estar na fronteira do estado.

Durante a campanha eleitoral, moradores pediram ao prefeito Aurélio que auxiliasse na volta do GPT.

Uma viatura do GPT já está em Aragarças e policiais estão passando por um curso em Aragarças para assumir esse patrulhamento em breve. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.0%
23.7%
1.3%