23/10/2017 às 14h37min - Atualizada em 23/10/2017 às 14h37min

Barra do Garças começa luta para salvar os rios Garças e Araguaia

A primeira audiência para tratar sobre este assunto foi realizada dia 20/10. A expectativa é montar um plano para salvar os rios que estão secando com ação impiedosa dos homens.

Clenia Lima
Secom-BG
Representantes de diversos segmentos da sociedade local e regional lotaram na sexta feira (20) a audiência pública SOS Araguaia/Garças.  Um evento que surgiu a partir da necessidade de viabilizar ações de preservação ambiental que vão de encontro à conservação dos recursos hídricos. 

O evento caracterizou uma junção de esforços para a discussão de alternativas que possam auxiliar no processo de preservação, uma vez que neste ano de 2017 os dois rios registraram uma grande perda de volume d'água, situação que não se deve apenas ao calor recorde e ao menor índice de chuva, e sim à ações como a de desmatamento, que vem  provocando o assoreamento,

"As matas ciliares foram derrubadas, os afluentes estão secando e os reflexos são vistos à olhos nus", pontuou o vereador barra-garcense, Geralmino Neto, que presidiu a audiência pública. 

Diante da urgência em se viabilizar ações que produzam resultados, um novo encontro já foi marcado para o dia 23 de outubro próximo, a partir das 19:00 hs no plenário da Câmara Municipal de Barra do Garças, onde espera-se a participação de representantes dos Municípios banhados pelo Rio Garças e também dos que são banhados pelo Araguaia, desde a nascente em Alto Taquari até a divisa de Mato Grosso com o Tocantins, totalizando cerca de 30 cidades. 

O movimento SOS Araguaia/Garças, busca ainda à adesão dos Ministérios do Meio Ambiente, Minas e Energia e IBAMA, além do apoio de deputados e senadores que representam os Estados de Goiás e Mato Grosso. O Município foi representado pelo Secretários de Pesca e aquicultura Paulo Henrique e Desenvolvimento Rural Fabiano Dall Agnol
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.1%
4.6%
16.9%
77.3%