27/09/2017 às 16h38min - Atualizada em 27/09/2017 às 16h38min

Polícia Civil prende suspeito de atirar em boate e matar uma pessoa e ferir outra durante briga de facções em Aragarças

Foram mais de 50 tiros efetuados na boate segundo a polícia mas o alvo seria outra pessoa.

Araguaia Notícia c/ PJC-GO
Gabriel foi indiciado pela morte de Eduardo no dia 25/05/17
O delegado Ricardo Galvão está de volta ao comando da delegacia de Aragarças-GO e volta com tudo. Agora pouco ele divulgou uma nota para imprensa de que a Polícia Civil (PC) cumpriu, na tarde de quarta-feira (27/9), mandado de prisão em desfavor de Gabriel Richard Brito da Silva.

Ele é acusado de atirar dentro de uma boate em Aragarças e acertar duas pessoas. Na ocasião faleceu Eduardo Ribeiro da Silva e Rodrigo Pinheiro da Silva ficou ferido. O fato aconteceu no dia 25 de maio de 2017.

No dia dos fatos, explica a polícia que Gabriel acompanhado de outros três indivíduos, todos portando arma de fogo, efetuaram mais de cinquenta disparos contra as vítimas no interior de uma boate. Após diligências investigatórias, ficou constatado que o crime foi motivado por conflitos entre facções criminosas.

Segundo informações, os autores queriam executar outra pessoa que estava no mesmo local, contudo, apos iniciar os disparos a vítima visada saiu correndo, assim como todos os que ali estavam, fato que levou os investigados a dispararem, por engano, contra as vítimas Eduardo que faleceu e Rodrigo que apesar das graves lesões, sobreviveu ao ataque.
 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.2%
23.5%
1.3%