26/09/2017 às 17h13min - Atualizada em 26/09/2017 às 17h13min

Juiz cassa vereadora acusada de compra de votos em São Felix do Araguaia

O Repórter do Araguaia
Vereadora Patrícia Paiva é casada pelo juiz Ivan Lúcio

O juiz da 15ª Zona Eleitoral de São Félix do Araguaia - MT, Dr. Ivan Lúcio Amarante, acatou a representação por captação ilícita de sufrágio (compra de votos) contra a candidata eleita vereadora Patrícia Paiva de Alencar (PSD) durante a campanha de 2016.

Menos de um ano após ser reeleita com 145 votos pela coligação “Trabalho, Humanidade e Seriedade” (PSD/PTB/PR/PPS/DEM/PHS/PSDB/PSB), a vereadora Patrícia Paiva, foi cassada nesta terça-feira, 26, por compra de votos na eleição de 2016 e aplicação de multa de R$ 25.000,00.

Nas provas expostas no processo estão que na véspera da eleição senhor Iratan Silva Carmo, emprestou a vereadora cassada senhora Patrícia Paiva um talão de cheque assinado para que a mesma acertasse “os acordos políticos”, utilizando-o como garantia para obter votos.

Diante das informações expostas e comprovadas, as quais o juiz reforça estar convicto da veracidade, ele optou pela cassação do mandato da vereadora Patrícia Paiva por compra de voto, que apesar da decisão judicial, ainda cabe recurso. 

Por se tratar de eleições proporcionais, Dr. Ivan Lúcio determinou a imediata convocação do primeiro suplente da vereadora Patrícia Paiva para assumir o mandato eletivo, na forma da legislação em vigor, determinando ainda que seja comunicado imediatamente pelo Presidente da Câmara Municipal de São Félix do Araguaia, Antonio Miranda (PP), para que tome as providencias necessárias no prazo de 48 (quarenta e oito horas).

O primeiro suplente da coligação Jusmar (PSB), com 137 votos, assume a vaga no Legislativo de São Félix do Araguaia. A decisão é de primeira instância e cabe recurso. De acordo com informações de fontes seguras, a vereadora Patrícia Paiva afirma que não houve compra de votos e que vai recorrer da decisão em todas as esferas para reverter à decisão do Juiz De. Ivan Lúcio.

O Repórter do Araguaia tentou entrar em contato com a vereadora, mas não obteve resposta. Patrícia Paiva se elegeu pela terceira vez em 2016.


 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%