24/09/2017 às 23h38min - Atualizada em 24/09/2017 às 23h38min

PM prende rapidamente suspeito de homicídio no São José e crime foi motivado por questão passional

Ronaldo Couto / Araguaia Notícia
pedreiro assassinado com duas facadas ainda tentou buscar socorro
A Polícia Militar (PM) deu uma resposta rápida à sociedade com a prisão do suspeito de cometer um homicídio na noite de domingo (24/9) no bairro São José em Barra do Garças. Foi preso por volta das 22h30 Paulo Gomes da Silva conhecido como Gauchinho.

Ele estava na saída do bairro São José tentando pegar uma carona quando foi abordado por uma viatura sob comando do cabo Mendes. De acordo com a PM, Gauchinho estava mantendo um relacionamento com a ex-esposa da vítima, o pedreiro Adenilson Donizete da Silva, 37 anos.

E na noite de domingo, por volta das 21 horas, Adenilson voltou à casa da ex e acabou tendo um desentendimento com Gauchinho que se armou de uma faca e efetuou dois golpes contra o pedreiro, que ainda tentou sair de moto para buscar socorro e caiu perto da escola Delice Farias dos Santos.

No momento em que policiais civis estavam na casa da ex-mulher colhendo mais informações sobre homicídio viram uma pessoa pulando o muro e ficaram sabendo que se tratava do Gauchinho. A informação foi repassada a PM que logo na sequencia conseguiram chegar a prisão do suspeito.

Na central de atendimento, Gauchinho que e conhecido no Porto do Baé onde atuava como ‘flanelinha’ não quis admitir o crime. Ele ficou quieto e não respondeu nenhuma pergunta da imprensa. 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.9%
23.7%
1.3%