24/09/2017 às 18h25min - Atualizada em 24/09/2017 às 19h25min

Após novas buscas continua mistério sobre sumiço de agrônomo em Água Boa

Olhar Direto
A Delegacia de Polícia Civil de Água Boa (a 746 km de Cuiabá) realizou novas buscas no local onde desapareceu o agrônomo Eder Tadeu Maciel, de 28 anos, há mais de quatro meses. Após a finalização da colheita, há aproximadamente duas semanas, as buscas foram iniciadas novamente e não foi encontrado nenhum vestígio de homicídio.

O agrônomo Éder Tadeu Maciel está desaparecido desde o último dia 5 de maio. O seu desaparecimento foi registrado depois que ele abandonou seu veículo, modelo Sandero de cor prata em uma plantação aos fundos da Fazenda Água Boa.

O rastreador do carro mostra que Eder saiu por volta das 5h da manhã de sexta, passou em uma madeireira e pegou a BR-158. Após dez quilômetros na rodovia, entrou em uma estrada vicinal de terra, que dá acesso aos fundos da Fazenda Água Boa e é usada para chegar à MT-240 (sentido Nova Nazaré).

Ali, o Sandero andou cerca de quatro quilômetros, saiu da pista, entrou na lavoura, bateu em uma pedra e teve o pneu dianteiro furado. Por volta das 10h da manhã o pneu foi trocado, mas o motorista não conseguiu retirar o veículo de lá. Desde então não se tem notícias do agrônomo.

Após a realização de novas buscas, nenhuma pista nova e nenhum vestígio de homicídio foi encontrado. No entanto, a hipótese de que Éder teria sido assassinado ainda não foi descartada. Durante as investigações os policiais seguiram o rastro do agrônomo até o momento em que ele saiu da rodoviária do município.

Os investigadores apuraram que Éder estaria embriagado e enquanto passava pela estrada de chão, furou o pneu do carro, batendo na cerca e entrando na plantação. Ele depois teria descido do carro para trocar o pneu. Não há nenhuma pista sobre o que teria acontecido depois das 10 horas da manhã. O caso ainda segue em investigação.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%