16/09/2017 às 11h51min - Atualizada em 16/09/2017 às 11h51min

Audiência da AL-MT dia 21/9 discutirá a construção de uma nova ponte em Barra do Garças

A dicussão será realizada no plenário da Câmara Municipal de Barra do Garças a partir das 19 horas com transmissão da TV-AL

Assessoria
O governador Pedro Taques estuda a possibilidade de construir essa nova ponte perto das Águas Quentes ligando MT e GO
A Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso (ALMT), por iniciativa do deputado estadual Adalto de Freitas (SD), convida a população barra-garcense e autoridades de todo estado a participar da audiência pública que vai debater o projeto de construção de uma nova ponte sobre o Rio Araguaia, unindo “fisicamente” os estados de Mato Grosso e Goiás.

A medida visa impulsionar o desenvolvimento do Vale do Araguaia por meio da interligação das cidades de Barra dos Garças (MT) e Aragarças (GO). A audiência será realizada no próximo dia 21 de setembro (quinta-feira), às 19h, no auditório Câmara de Vereadores de Barra do Garças.  

O deputado justifica que o incremento de investimentos promoverão o crescimento da região, além de desafogar o trânsito na região. “O trânsito em Barra do Garças é caótico, talvez seja a maior agonia da população que sofre há anos com isso”, desabafou 

Adalto de Freitas explicou que a ideia de ampliar o debate surgiu logo após a passagem da Caravana da Transformação, comandada pelo governador Pedro Taques, pela cidade mato-grossense. Na ocasião, Taques convidou o vice-governador de Goiás, José Eliton, para visitar a região e assinar um termo de intenção entre os dois estados a fim de garantir a obra. Entretanto, a confirmação de onde será construída a nova ponte dependerá de um estudo técnico, além da manifestação da sociedade.

Se construída, a nova ponte será a terceira sobre o Rio Araguaia unindo MT a GO, pois além da primeira obra, já existe em andamento a construção de outra no mesmo rio ligando Aragarças (GO) à cidade de Pontal do Araguaia.

As pontes que ligam Mato Grosso e Goiás, em Barra do Garças, foram construídas em 1955 e reformadas em 2007. Todavia já não atendem o tráfego de carretas e veículos de passeio entre os dois estados.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.9%
23.7%
1.3%