28/08/2017 às 17h28min - Atualizada em 28/08/2017 às 17h28min

Índios invadem sede de Dsei em Canarana contra exoneração de coordenadora

G1 MT
Kamikia Kisedje/Arquivo Pessoal

Um grupo de índios da Terra Indígena do Xingu ocupam desde sábado (26/8) a sede do Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei) em Canarana, a 838 km de Cuiabá. Eles cobram a revogação de uma portaria que exonerou a então coordenadora da unidade, Alessandra Santos Abreu. Não há previsão para a desocupação do prédio, segundo os organizadores do movimento.
 
O G1 tentou, mas não conseguiu contato com a Fundação Nacional do Índio (Funai). Com faixas e cartazes, os indígenas carregam faixas e cartazes contra a indicação do novo nome para chefiar o Dsei Xingu. “Os guerreiros não aceitam essa portaria. A antiga coordenadora foi uma indicação nossa, porque sabemos do trabalho dela. Não há prazo para o movimento acabar, mas vamos fazer barulho por aqui”, afirmou Jefika Kayabi.
 
Como parte do protesto, o movimento indígenas encaminhou uma carta a deputados federais e ao ministro da Saúde, Ricardo Barros em forma de repúdio. No documento, os índios manifestam o descontentamento com a exoneração da servidora.
 
“Ressaltamos que não aceitamos a indicação feita por políticos, para estar a frente da coordenação do nosso Dsei, pois já sabemos que a mesma não está preparada para dar continuidade ao bom trabalho que vinha sendo feito”, diz trecho do documento.
 
De acordo com os índios, a comunidade não foi ouvida para a escolha do nome e indicação da nova coordenadora atende a acordos políticos. Não há prazo que o protesto termine.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.2%
24.5%
1.4%