22/08/2017 às 17h48min - Atualizada em 22/08/2017 às 17h48min

TRE desiste de extinção e mantém duas zonas eleitorais de Barra do Garças; rezoneamento será feito para cortar gastos

A nova proposta de zoneamento de eleitores por município do TSE estava prevendo a extinção de três zonas eleitorais inclusive uma em Barra do Garças, porém o TRE desistiu desta proposta e deve fazer um novo rezoneamento

ExtraMT
O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE/ MT) aguarda a homologação por parte do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para implementar as mudanças no zoneamento eleitoral do Estado, aprovadas pelo Pleno.

A proposta foi elaborada pelo corregedor regional eleitoral de Mato Grosso, desembargador Pedro Sakamoto. Ele levou em consideração, de forma parcial, o estudo apresentado por uma comissão interna e a manifestação de representantes de diversos segmentos sociais ocorrida durante a audiência pública realizada no dia 14 deste mês.

Pela proposta aprovada pelo Pleno, Mato Grosso não extinguirá nenhuma zona eleitoral situada no interior mas, para se adequar ao quantitativo mínimo de eleitores exigidos pela Resolução, fará o remanejamento de zonas eleitorais de um município para outro.

Sorriso, Sinop e Várzea Grande, que atualmente contam, respectivamente com duas, duas e três zonas eleitorais, perderão uma de suas unidades. Já Rondonópolis perderá duas ZE’s, das quatro em funcionamento. Essas unidades cartorárias serão remanejadas para as cidades de Cláudia, Vera, Guiratinga, Pedra Preta e Colniza.

Sakamoto pontuou que compreende os motivos que levaram o TSE a estabelecer os novos critérios, entre eles a economia de recursos públicos, mas salienta que Mato Grosso possui características únicas, como a grande extensão de seu território. “Seria muito simples e cômodo puramente extinguirmos Zonas Eleitorais baseadas exclusivamente em dados matemáticos, que resultaria na extinção de 08 zonas eleitorais de Mato Grosso”.

Na proposta, Sakamoto pede a manutenção de três zonas sediadas em Ribeirão Cascalheira, Brasnorte e Barra do Garças, mesmo elas não atingindo o número mínimo de eleitores fixado pelo TSE.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.3%
24.3%
1.4%