17/06/2011 às 00h18min - Atualizada em 17/06/2011 às 00h18min

Trabalhador morre soterrado em obra da Emasa

Olhar Direto
Tv Serra Azul

Dois operários de uma empreiteira, que estavam abrindo buracos para manilhamento em Barra do Garças, ficaram soterrados após um desmoronamento na tarde desta quinta-feira (16). Um dos trabalhadores foi salvo, porém, Rildo Carlos Lins Brandão, 42 anos, não resistiu e morreu soterrado.

O drama dos trabalhadores começou por volta das 14h30 quando desmoronou o buraco em que eles estavam trabalhando na Avenida Marechal Rondon, próximo à Creche Dom Geraldo.

Foram aproximadamente 15 minutos de agonia, enquanto os colegas tentavam ajudá-los. Os bombeiros foram chamados. Com apoio de máquinas, conseguiram tirar um pouco de terra do rosto do trabalhador e uma mangueira de ar foi colocada para ele respirar, entretanto, já era tarde e ele já não estava mais respirando.

Rildo foi contratado por uma empreiteira para executar o serviço de colocar manilhas de esgoto para companhia de água Emasa. Não se sabe ao certo quais foram os motivos do incidente. Uma das hipóteses seria que a obra não tinha escora e por isso houve desabamento. Após a retirada dos trabalhadores, o buraco foi isolado para ser periciado pela Polícia Técnica (Politec) para apurar as circunstancias do incidente.

O trabalhador era morador de Vila Maria e estava há pouco tempo trabalhando com escavações. A empresa Emasa lamentou o fato e disse que vai apurar as circunstâncias do que aconteceu.

Populares que assistiram ao fato informaram agora pouco que o buraco foi logo fechado pela empreiteira e não houve tempo suficiente para perícia chegar e avaliar a situação do ocorrido. A família do trabalhador está no Pronto Socorro e tomou conhecimento do fato por terceiros.  


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.0%
23.7%
1.3%