07/08/2017 às 07h16min - Atualizada em 07/08/2017 às 07h16min

Acusado por crime ambiental e furtos em fazendas é preso com fuzil e carro dublê em Nova Xavantina

PM-MT
O acusado Paulo Henrique Carvalho da Silva, de 32 anos, conhecido como Paulo Louco, foi preso em operação da Polícia Civil, nesta sexta (4), apontado como autor de diversos furtos em fazendas de Nova Xavantina (a 645 km de Cuiabá). Com ele, os policiais também apreenderam um fuzil .30 de origem americana e um veículo “dublê”.

Segundo as investigações, o suspeito se deslocava até as fazendas da região do Banco Safra, à procura de propriedades vazias para realizar furtos. Os policiais receberam a informação de que Paulo Louco caçava nas redondezas, utilizando um fuzil para abater animais e que em uma ocasião matou uma vaca, que foi colocada no porta-malas do veículo.

Diante disso, o delegado Sidarta Vidigal de Almeida representou pelo mandado de busca e apreensão na casa do suspeito, a qual foi cumprido na sexta. Na residência de Paulo Louco foi localizado o fuzil .30 de origem americana, além de muita madeira retirada das aldeias indígenas da região, munições, uma armadilha de caça, duas motosserras, uma roçadeira de origem duvidosa e carne de caça.

No local, também foi apreendido um veículo Fiat Uno com a placa de Aragarças (GO), o qual em checagem ao sistema constatou-se características de “Dublê”. Ao entrar em contato com o proprietário do veículo, os policiais foram informados que o carro “original” estava com ele numa fazenda em Água Boa.

O acusado foi conduzido à delegacia de Nova Xavantina, onde foi lavrado o flagrante por posse ilegal de arma de fogo, receptação, adulteração de sinal de veículo automotor e crime ambiental. Em seguida, Paulo foi encaminhado ao presídio Major Zuzi, em Água Boa, onde permanecerá à disposição da Justiça. 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.2%
24.5%
1.4%