03/08/2017 às 18h29min - Atualizada em 03/08/2017 às 18h29min

Projeto ‘Circuito’ vai apresentar Caravana para 800 alunos da rede pública de ensino de Barra do Garças

Rodrigo Maciel Meloni | Gcom-MT
Com o objetivo de apresentar ações de cidadania a 800 alunos da rede municipal e estadual de ensino, como o Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), a coordenação da Caravana da Transformação criou o projeto ‘Circuito Conhecendo a Caravana’, que será realizado na sexta-feira (04.08), a partir das 8h30, e no sábado (05.08), a partir do mesmo horário.

De acordo com a coordenadora responsável pelo projeto, Janaína Gahyva, alguns órgãos do governo, como as secretarias de Educação, Esporte e Lazer (Seduc), de Segurança Pública (Sesp) de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secitec) e o Gabinete de Transparência e Combate a Corrupção (GTCC), criaram um grupo de trabalho para criar o projeto, direcionado para crianças do 5º e 6º ano do ensino fundamental.

“Nosso objetivo é atende-los com uma linguagem própria, que interaja com este público e crie neles o interesse por temas como o Rede Cidadã, projeto executado pela Sesp e parceiros que incentiva a prática de atividades esportivas, culturais e artísticas ”, explica a coordenadora do Circuito.

Oito grupos serão atendidos simultaneamente, e cada grupo vai ficar 15 minutos nos estandes visitados. O circuito completo vai durar cerca de três horas. O passeio pela Caravana terminará no estande da Secitec, que oferece aos cidadãos interação com óculos de realidade virtual, que permite aos usuários explorar a sensação de estar dentro do espaço sideral, vendo de perto planetas e estrelas; e produtos da robótica, serviços que mais chamam a atenção de crianças e adolescentes que visitam a Caravana.

Sorteio

Os 800 alunos concorrerão, por meio de sorteio, de um passeio no helicóptero Águia da Polícia Militar. Um kit de livros oferecido pela Secretaria Estadual de Cultura (SEC), óculos de realidade virtual e bicicleta são alguns dos outros prêmios sorteados para os estudantes. “Todos estão empenhados em entregar a melhor experiência possível para estas crianças”, conclui Janaína Gahyva. 

Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.1%
24.5%
1.4%