24/07/2017 às 16h33min - Atualizada em 24/07/2017 às 16h33min

Garra reforça policiamento e acusado de estupro é preso na praia de Santa Terezinha

Foram três prisões realizadas pela Polícia Civil só neste final de semana. Um acusado de estupro que estava na praia e mais dois por tráfico e direção perigosa

Assessoria / PJC-MT
O envolvimento práticas criminosas de estupro, tráfico de drogas e corrupção ativa levou a prisão de três homens, no sábado (22.07), durante a  'Temporada de Praia', no município de Santa Terezinha (1.312 km da Capital).

A primeira ação da Polícia Judiciária Civil (PJC) cumpriu um mandado de prisão, expedido pela comarca de Ribeirão Cascalheira (900 km de Cuiabá), em nome de João Bosco Bezerra de Azevedo, pelo crime de estupro. O rapaz foi avistado na beira da praia quando foi identificado e abordado pelos policiais.

Cleberdon de Souza Cardoso, vulgo “cebolão”, é um traficante conhecido na região. O homem foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico de entorpecentes e com ele no momento da abordagem, apreendidas 50 gramas de pasta base de cocaína.

No momento da prisão, Cleberdon confessou que a droga apreendida seria para comercialização durante o evento. 'Cebolão' havia recebido liberdade provisória a cerca de 1 mês, ao qual havia respondido pelo mesmo crime.

Por último, Cascio Barbosa do Santos, foi abordado pelos policiais quando trafegava em alta velocidade pela cidade e fazia manobras perigosas pelas vias. Visivelmente embriagado, no momento da abordagem, o homem resistiu a prisão, enfrentou os policiais e chegou a oferecer dinheiro para que fosse liberado.

Cascio foi preso e deve responder pelos crimes de embriaguez ao volante, resistência a prisão e corrupção ativa.

Para assegurar a efetividade das ações durante o evento, que movimenta grande número de turistas na região, o efetivo local recebeu o reforço do Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra). Além disso, houve também a integração das forças com a Polícia Militar (PM) que também empregou o efetivo da Força Tática no município.

Segundo o delegado Gutemberg Almeida a integração entre as unidades polícias durante o evento traz benefícios a toda população. “O trabalho realizado pelas equipes da PJC e PM de Santa Terezinha, reforçados pelo Garra e Força Tática, garante a segurança de turistas e moradores que desfrutam da temporada no Rio Araguaia" destacou o delegado.

Todos os presos foram encaminhados para a Cadeia Pública de Porto Alegre do Norte (1.125 km a Nordeste do Estado), onde devem aguardar providências do Poder Judiciário.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.6%
5.5%
17.6%
75.2%