29/06/2017 às 08h21min - Atualizada em 29/06/2017 às 08h21min

Morre escrivão aposentado Nery de Aragarças

Ronaldo Couto / Araguaia Notícia
Um dos policiais mais conhecidos da região do Vale do Araguaia, Alfredo Nery Filho, faleceu aos 70 anos de idade. Ele estava com problema de saúde e bastante debilitado nos últimos dias. A notícia sobre a morte dele foi confirmada na manhã de quinta-feira (29/6) pela família.

Nery atuou por 30 anos na Polícia Civil de Goiás dos quais por 20 anos respondeu como delegado na cidade de Aragarças e ficou conhecido por ser um profissional técnico de português refinado. Sua maneira de narrar os fatos policiais cativava o público que sempre ficava atento aos fatos que ele transmitia seja no rádio ou na tv.

Nery atuou diretamente na solução de um dos crimes mais bárbaros da região de Araguaia, a chacina que aconteceu numa fazenda de Bom Jardim onde dois irmãos mataram cinco pessoas de uma mesma família. Na época ele usou o próprio carro para fazer as diligencias, lembra o policial civil Eurípedes que ainda está na ativa e atuou no passado com Nery.

Outro caso polemico que Nery acompanhou foi à invasão da delegacia de Aragarças em 1988 por índios revoltados por um soldado militar deu um tiro num indígena. Os índios invadiram a delegacia que era em conjunto com o destacamento da PM e pegaram três policiais militares como reféns e as armas da delegacia. Nery ajudou na negociação para os índios devolverem as armas juntamente com um major que veio de Iporá na época.

Nery foi vereador na cidade de Aragarças na década de 90 inclusive foi autor da lei orgânica do município de Aragarças.
Apesar do conhecimento refinado, Nery tinha somente o ensino médio e se tornou um autoditada. Casado, ele deixa a esposa, quatro filhos. Entre os irmãos do Nery estão o cantor Divino Arbués; professor universitário Marden e uma irmã casa com o empresário José do Tal de Barra do Garças.

Mais informações sobre velório e sepultamento de Alfredo Nery Filho, nas próximas horas no site Araguaia Notícia. 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.5%
1.3%