26/06/2017 às 15h40min - Atualizada em 26/06/2017 às 15h40min

Veja vídeo da obra anel viário de Barra do Garças que está virando realidade

Essa obra foi incluída no PAC do governo federal graças ao empenho do senador Welington Fagundes e do prefeito Roberto Farias

Secom-BG


Um excelente vídeo foi divulgado esta semana pela empresa Sanches Tripoloni e o DNIT com as imagens aéreas dos dois trechos que estão sendo asfaltados nos municípios de Barra do Garças e Pontal do Araguaia, além das pontes que estão sendo construídas nos Rios Garças e Araguaia. No institucional é possível ver os avanços em vários pontos, deixando o traçado do contorno viário que ganha formas a cada dia. 

No início de Junho várias autoridades, entre elas o Senador Welington Fagundes, Secretário estadual Max Russi, Prefeito Roberto Farias, diretores do DNIT e o responsável da empreiteira da obra, Sanches Tripoloni.  Durante a visita o Senador Welintgon Fagundes confirmou o termo de assunção da obra, “estamos assinando a transferência de gestão do contrato do Governo do Estado para o Governo Federal através do Ministério dos transportes, como relator do orçamento conseguimos incluir o anel viário de Barra do Garças no PAC e isso fará com que a obra ganhe mais agilidade”. 

O Prefeito Roberto Farias agradeceu o empenho das autoridades para que a obra de fato saísse do papel, “Hoje é uma realidade e continuamos cobrando, do Senador Welington, do Secretário Max Russi, dos diretores do DNIT que não tem medido esforços para que essa obra tão sonhada por todos se torne realidade”, disse.

Representando o Governo do Estado Max Russi se colocou a disposição para que obra não pare mais, “o que tiver ao nosso alcance trabalharemos para que o contorno viário seja finalmente concluído, essa transferência para o DNIT foi importante que facilita as questões burocráticas”, concluiu. 

A expectativa é que a obra seja concluída em 2018.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.0%
23.7%
1.3%