23/06/2017 às 23h13min - Atualizada em 23/06/2017 às 23h13min

Tuiuiú abatido por chacareiros vira obra de arte no Araguaia

Araguaia Notícia
Um dos casos envolvendo animais que mais repercutiu na região do Araguaia neste ano teve um desfecho inusitado. O tuiuiú que foi abatido a tiros por chacareiros no Pontal do Araguaia porque estava comendo peixes e pintinhos de uma propriedade rural virou uma 'obra de arte' nas mãos do taxidermista Jean Renato Esteves.
 
A ave foi taxidermizado numa pedra como se estivesse pegando uma cobra. Uma cena comum de ser na região do Pantanal. “A arte que transforma e faz renascer para eternidade cujo trabalho pode ser apreciado no Instituto Armando Luvison", destacou a leitora Carla Esteves que postou a foto no Facebook. 
 
O tuiuiú que é nativo do Pantanal, segundo biólogos, teria migrado para Bacia Araguaia a procura provavelmente de alimentos e por isso se aproximou de áreas urbanas principalmente de chácaras com tanques de peixes.

Crime ambiental e multas de 5 mil reais

Francis Amorim / Rdnews 

Na época, a polícia prendeu duas pessoas, no final de maio deste ano, sob a acusação de abater o tuiuiú. O fato foi denunciado à ONG Associação Amigos dos Animais, que levou ao conhecimento das polícias Militar e Civil.

Segundo o presidente da entidade, o vereador Francisco Cândido da Silva, o Garrincha dos Animais, a informação recebida dava conta de que a ave estava ferida próxima a uma rede de energia e que necessitaria de socorros. Contudo, ao chegar ao local, percebeu que o pássaro já estava sem vida e apresentava um ferimento de bala.

De acordo com Garrincha, vizinhos do local onde o Tuiuiú estava relataram que ele tinha se alimentado de peixes de uma lagoa localizada dentro da propriedade e uma pessoa teria atirado. “Eles não souberam informar quem teria atirado. Infelizmente, não poderíamos fazer mais nada”, lamenta. 

Um casal proprietário da chácara foi ouvido e liberado pela Polícia Civil depois de assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). Eles poderão responder por crime contra a fauna. O tuiuiú é considerado, no Estado, a ave símbolo do Pantanal mato-grossense.

A Associação Amigos dos Animais se tornou conhecida na região de Barra do Garças por prestar socorro e amparar animais em risco de morte, recuperá-los e depois devolvê-los ao habitat natural. A entidade vive de ajuda auxílio da comunidade e de voluntários para assistir os animais em vulnerabilidade. Os autuados respondem agora por crime ambiental e tiveram multas de 5 mil reais. 

Atualizada!!!
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%