17/06/2017 às 12h03min - Atualizada em 17/06/2017 às 12h03min

PMs de Aragarças prestam homenagem a policial morto em tentativa de assalto

Araguaia Notícia


Numa iniciativa dos policiais militares (PMs) da cidade de Aragarças-GO eles participaram do velório e receberam o cortejo do policial militar Vanilson Silva Carvalho, 27 anos, assassinado durante tentativa de assalto em que trocou tiros com dois bandidos.

Na sexta-feira (16/6), os policiais ficaram perfilados em continência respeitosa no antigo posto fiscal de Aragarças durante a passagem do cortejo que saiu do batalhão da PM de Barra do Garças em direção ao cemitério aragarcense.

Vanilson era morador de Aragarças e como muitos jovens sonhava em ser policial. Ele trabalhou de técnico de computação e depois passou no concurso para entrar nas fileiras da PM de Mato Grosso e já tinha cinco anos de corporação. Atuou na cidade de Água Boa e recentemente passou no curso e ingressou no grupo Força Tática da PM e atuava em Barra do Garças.

O militar foi vítima de uma covardia, que qualquer cidadão infelizmente está sujeito. Ele estava de folga chegando na casa da namorada quando foi surpreendido por dois bandidos que tentaram lhe roubar a moto e o militar reagiu trocando tiros com os ladrões.

Um dos bandidos também morreu e outro ficou baleado sendo preso na sequencia. E o que mais causa indignação as corporações e a sociedade é que um dos assaltantes, Fagner Popó, estava preso e foi solto na semana passada. É por isso que policiais e sociedade pedem por mais rigor na aplicação das leis para justamente evitar que criminosos acabem voltando para as ruas.

Em Barra do Garças tem o caso do senhor Antônio, conhecido como Homem Picanha, que já foi preso 37 vezes e as 37 vezes voltou para as ruas e virou um caso de piada na cidade demonstrando a fragilidade das leis.

Acompanhe vídeo da homenagem dos PMs de Aragarças ao soldado Vanilson:  
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%