15/06/2017 às 07h43min - Atualizada em 15/06/2017 às 07h43min

Morre policial baleado ao reagir assalto no Araguaia

Ronaldo Couto / Araguaia Notícia
Faleceu na manhã de quinta-feira (15/6) o policial militar da Força Tática de Barra do Garças, Vanilson Carvalho. Ele levou quatro tiros durante uma tentativa de assalto em que reagiu e trocou tiros com dois suspeitos, na noite de quarta-feira (14/6), na cidade de Aragarças-GO. Um dos ladrões também morreu.

O quadro clinico de Vanilson era muito grave porque um dos tiros acertou a cabeça e os médicos não conseguiram estabilizá-lo para que fosse removido. Foi uma luta muito grande da equipe do PSM de Barra do Garças na tentativa de salvar a vida do policial.

O assessor de imprensa do 5º comando regional da PM de Barra do Garças, cabo Duques, confirmou a morte do policial agora pouco a equipe do site Araguaia Notícia. “Sim ele faleceu e já estamos avisando primeiramente a família do policial que é da cidade de Aragarças e entrou a cinco anos na polícia. Antes Vanilson trabalhou como técnico em computação", destacou Duques.

Troca de tiros

Vanilson estava visitando a namorada dele em Aragarças (que também é policial) quando dois indivíduos tentaram lhe roubar a moto.

Durante a troca de tiros, o suspeito Fagner Wender morreu e o irmão dele Kywsllen Martins Vieira conhecido como Pópózinho foi baleado e encaminhado ao Hospital de Argarças. Durante toda a noite foi intensa a movimentação no hospital de Aragarças com revolta de amigos e parentes de Vanilson com relação ao suspeito baleado e teve princípio de confusão.

O prefeito de Aragarças, José Elias Fernandes, chegou a divulgar nota no final da noite, lamentando ocorrido mas repudiando a atitude de pessoas que estariam tentando invadir o hospital. “Um hospital é respeitado até mesmo numa guerra e o tumulto de ontem a noite causou transtorno até mesmo para os pacientes do hospital que estavam com medo”, destacou Zé Elias. O diretor do hospital irá divulgar hoje uma nota explicando o ocorrido do hospital de Aragarças aonde está internado o suspeito Popozinho. 

Os irmãos Popó e Popozinho são conhecidos da polícia. Popó que faleceu respondia processo também pela morte do jogador Jefinho que aconteceu na porta de uma boate em Barra do Garças; e Popozinho participou de um incêndio nas viaturas do socioeducativo e estava juntamente com Sementinha do Mal quando atiraram na porta da delegacia de Barra do Garças. 

 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.6%
5.5%
17.7%
75.2%