06/06/2017 às 17h01min - Atualizada em 06/06/2017 às 17h01min

Ex-gerente furta 320 cabeças de gado de fazenda em MT

Folha Max
Cinco furtos de gado ocorridos em uma fazenda no município de Santo Antônio de Leverger (34 km ao sul de Cuiabá) foram esclarecidos em investigações comandada pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), de Cuiabá, com a Delegacia de Polícia do município.
Na segunda-feira (05.06), equipes policiais das unidades cumpriram dois mandados de busca e apreensão, em duas propriedades rurais do município de Santo Antônio de Leverger, culminado na prisão de um homem apontado como receptador dos animais e na identificação do autor dos furtos, um ex-funcionário da vítima.

Entre os meses de outubro, novembro e dezembro de 2016, e janeiro e fevereiro de 2017, a propriedade foi alvo da ação, em tese, de duas pessoas que furatram o gado, supostamente para comércio da carne em açougues. No período, foram subtraídos 320 animais, entre novilhas, vacas leiteiras e Nelore puro de origem.  

A Polícia Civil chegou à identificação, o ex-gerente da fazenda vítima, como um dos autores do furto. Ele contava como apoio de um funcionário da propriedade vizinha. Ambos serão indiciados por furto.
As investigações apontaram que os animais foram retirados da propriedade, levados para uma fazenda vizinha e de lá transportados para outra propriedade na Serra de São Vicente, na BR 364. A Polícia Civil também apurou que, muitas das novilhas foram mortas após a subtração da fazenda em Santo Antônio.

Durante as buscas, os policiais encontraram em uma das fazendas seis cabeças de gado. Uma testemunha ouvida nas diligências confirmou que no domingo (04), um dos animais tinha sido morto, confirmando a informação levantada na investigação desenvolvida pelo delegado, Guilherme Berto Nascimento Fachinelli.

Os mandados de busca foram solicitados pelo delegado de Santo Antônio de Leverger, Fernando Fleury, e as diligências de cumprimento realizadas pelas equipes dos delegados da Derf, Caio Fernando Alvares de Albuquerque, Guilherme Bertoli, Guilherme Fachinelli, com policiais da Delegacia de Santo Antônio.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%