Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90
23/05/2017 às 17h04min - Atualizada em 23/05/2017 às 17h04min

Cirurgias bariátricas são retomadas e pacientes de Barra do Garças são operados

Ronaldo Couto / Araguaia Notícia
Araguaia Notícia


Depois de uma paralisação de uma semana, o hospital que faz as cirurgias de redução de estomago retomou o atendimento das cirurgias após um acordo com o Governo do Estado. São cirurgias que estão transformando a vida das pessoas.

É o caso da vendedora de cosméticos de Barra do Garças Daniely Cristine da Costa, 36 anos. Ela operou na semana passada e enviou fotos para mostrar a sua satisfação e alegria em ter sido contemplada com a cirurgia. Daniely esperou um ano pela cirurgia e quando chegou no momento de operar surgiu a greve do hospital que faz as cirurgias. Ela chorou e ainda fez protestos na oportunidade.

Daniely chegou a pesar 122 quilos e nunca se preocupou muito com o sobrepeso porque as pessoas a achavam uma gordinha simpática. “Eu fui me dar conta que isso estava me fazendo mal quando ganhei meu segundo filho e passei a ter dificuldades até para subir uma escada”, disse a vendedora, no início do mês, em reportagem ao site Araguaia Notícia.

Outro barra-garcense que fará uma bariátrica é o morador do setor Senamarques Sanderson Rios Brito. Ele tem 29 anos e pesa em torno de 195 quilos.

Ele é casado e foi informado no início desta semana que vai operar às 07 horas da manhã na sexta-feira (26/5). “Ele vai na quinta-feira para Cuiabá estamos felizes porque ele precisa dessa cirurgia. Meu filho chega a ficar três segundos sem respirar durante a madrugada devido a obesidade”, relata a mãe de Sanderson, a comerciante Cleudes Lopes Brito, que tem uma lanchonete na esquina do terminal de coletivos de Barra do Garças.

Em Várzea Grande, onde fica o hospital que faz as cirurgias públicas de redução de estomago, tem uma casa de apoio que acompanha pacientes como a Daniely e agora o Sanderson.

Em Mato Grosso, hoje são oferecidas em torno de seis cirurgias de redução de estomago por dia, porém esse número ainda é pequeno diante da demanda. Em Barra do Garças tem muita gente na fila aguardando para operar.

Daniely conta que conseguiu toda triagem para cirurgia depois de passar pelo postinho de saúde do Jardim Pitaluga onde mora. “O meu médico dr Domingos me alertou sobre o risco de um infarto e decidi ir a luta”, relembrou a vendedora



Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real  CLIQUE AQUI
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90