Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90
22/05/2017 às 17h43min - Atualizada em 22/05/2017 às 17h43min

Desafio da Baleia Azul continua a fazer vítimas em MT; PM alerta jovens

Olhar Direto
Distanciado recente das manchetes e páginas da internet, o desafio da Baleia Azul ainda alcança uma quantidade considerável de jovens em Mato Grosso. Só na região Nordeste, onde uma estudante de Vila Rica chegou ao último estágio e cometeu suicídio, nove jovens foram identificados pela Polícia Militar (PM) como participantes do jogo. Alguns deles chegaram a receber ameaças dos curadores por querer desistir das etapas e agora serão ouvidos pela Polícia Civil, que investiga a autoria do crime.

As informações são do tenente-coronel da PM, Joel Outo, que junto a uma equipe de profissionais tem realizado um trabalho de prevenção em escolas da região. Ao Olhar Direto ele explicou que a corporação agora tem realizado um trabalho junto aos pais, orientando-os a identificar situações nas quais os filhos podem estar sendo expostos aos riscos do desafio. “Já realizamos ações em 11 cidades da região onde identificamos algumas vítimas. A partir daí, trabalhamos com o acolhimento e tentamos com algumas prefeituras a disponibilização de psicólogos para dar o suporte necessário.”
 
Embora o assunto esteja longe dos holofotes, o Coronel alerta que o jogo está em pleno andamento e que o número de casos atendidos por sua equipe no último mês ilustra o risco que os jovens ainda estão correndo. Ainda hoje, eles viajam para Barra do Garças (580 km de Cuiabá), onde mais uma palestra será realizada no campus do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT).

A Polícia Militar de Mato Grosso identificou um grupo fechado na rede social, Facebook, com mais de 30 mil participantes do 'desafio da Baleia Azul'. Ainda não se sabe ao certo onde o ‘jogo’ teria se iniciado. Porém, acredita-se que ele venha da Rússia. O desafio funciona da seguinte forma: o ‘curador’ (controlador do jogo) envia diariamente, por 50 dias, um desafio, sempre às 4h20 da madrugada, para um grupo de pessoas, sob a pena de serem expostas na rede.

Primeiro caso em MT

Em abril uma adolescente de 16 anos, identificada como M.F.S.O., foi encontrada morta dentro de uma lagoa na cidade de Vila Rica (1.259 km de Cuiabá). A suspeita é de que a menina tenha cometido suicídio por conta do Desafio da Baleia Azul. Familiares contaram que ela teria deixado uma carta, avisando que cometeria o suicídio por conta do desafio. O corpo da menina foi encontrado por volta das 14 horas desta terça-feira, dentro de uma lagoa na cidade.

 CVV
O atendimento é das 24h pelo telefone 141 (Cuiabá e Várzea Grande) e (65) 3321-4111 (interior de Mato Grosso). Todos os atendentes são voluntários que atuam em diversas áreas, mas que têm em comum a vontade de ajudar e ouvir.

 O CVV recebe, em média, 14 ligações por dia, seja de manhã, à tarde, à noite ou de madrugada. O perfil de quem liga no CVV não é padrão. São pessoas de todas as idades, classes sociais e filosofias de vida. O que todas elas têm em comum é a necessidade de falar. Contar suas angústias, tentar aliviar a solidão, o sentimento de vazio e a depressão.
 
O centro tem cerca de 48 voluntários. Todos passam por extensivos cursos para aprender a não julgar as pessoas, mesmo que indiretamente. Mesmo que não se concorde com o que a pessoa que ligou diz ou quer fazer, deve-se demonstrar compreensão, aceitar sem julgamento e, principalmente, ouvir.
 
O CVV também oferece atendimento pessoal. É só ir até a sede, na Rua Comandante Costa, nº 296, Centro, e tocar a campainha. Um voluntário plantonista fará o atendimento em uma cabine. O atendimento é diário, das 8h às 16h.

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real  CLIQUE AQUI
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90