27/04/2017 às 17h31min - Atualizada em 27/04/2017 às 17h31min

Greve geral deve mobilizar mais de 20 entidades nas principais avenidas

Francis Amorim / RDNews
Entidades de classes prometem parar o setor central de Barra do Garças, nesta sexta (28), durante a greve geral convocada em protesto contra as reformas da Previdência e Trabalhista. A concentração começa às 7h na sede do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep).

De acordo com o cronograma traçado pelos representantes dos mais de 20 sindicatos participantes, a mobilização deve ocupar todo o período da manhã com a distribuição de 8 mil panfletos na praça Sebastião Alves Júnior, passeata pela avenida Ministro João Alberto, a principal da cidade, e uma eventual parada entre as pontes dos rios Garças e Araguaia, em Pontal do Araguaia.

“Várias categorias confirmaram presença nessa movimentação e esperamos promover um grande evento para protestarmos contra as reformas da Previdência e Trabalhista, e contra o Governo Temer. Nossa expectativa é reunir o maior número de pessoas possível”, ressalta o presidente do Sintep, professor Omar Cirino.

Entre as categorias que já confirmaram presença estão os professores, bancários, comerciários, trabalhadores nas indústrias, motoristas e Movimento de Luta pela Terra (MLT). “São várias categorias que são contrárias às reformas promovidas pelo atual governo.”

BR-070

Além das entidades, índios da etnia Bororo estarão mobilizados no km 112 da BR-070, em General Carneiro, com um ritual para mostrar a insatisfação com a política de demarcações de terras indígenas, além das referidas reformas. Durante parte do dia eles vão parar veículos e explicar o porquê do protesto na rodovia.
Notícias Relacionadas »
Comentários »