20/04/2017 às 13h04min - Atualizada em 20/04/2017 às 13h04min

Ex-aluna, diretora comemora reforma de Escola Estadual

Gustavo Nascimento | Seduc-MT
Os mais de 700 alunos da Escola Estadual João Batista, em Tangará da Serra (239 km a Médio-Norte de Cuiabá), comemoraram muito a inauguração da nova unidade nesta semana, mas foi de uma diretora que saiu o maior sorriso. Karini Volkmer dos Santos, atual gestora da unidade, estudou no local durante a adolescência, e hoje tem a oportunidade de dirigir uma das escolas mais modernas da rede estadual.

Vinda de uma família de educadores, Karini conta que nos anos 1990 estudou na EE João Batista, no bairro Jardim Europa, em Tangará da Serra, onde sua mãe também era professora. Após concluir o ensino médio, ela cursou a faculdade de matemática e prestou concurso para professora e acabou sendo lotada na unidade.

“Agora estou no meu segundo mandato como diretora e é um orgulho muito grande ver toda a nossa luta se transformando em sonho”, afirmou Karini.



Criada há 32 anos, a escola carecia de um novo prédio a mais de 15 anos. Com 750 alunos matriculados, a EE João Batista já é uma referência na região, com a maior avaliação no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do município. A escola atingiu a nota 6,4 na avaliação do ensino fundamental 1 (de 1ª a 5ª série), maior que a média nacional que foi de 5,5.

“Eu não posso deixar de mencionar os diretores que passaram por aqui, pessoas maravilhosas que lutaram muito para chegarmos até aqui. Por isso, estamos tão contentes por este momento, em que podemos trabalhar por uma educação com melhor qualidade e com um processo de aprendizagem melhor para os nossos alunos”.

Agora com o Ensino Médio Inovador, com cinco horas de estudo por dia, laboratórios de matemática, física, biologia, química e quadra poliesportiva coberta a expectativa é que os números melhorem ainda mais. Recentemente a escolha também recebeu um investimento de R$ 15 mil em computadores para as salas dos professores.

“Nós temos hoje uma ótima infraestrutura. É claro que queremos melhorar ainda mais e solicitamos mais equipamentos para os laboratórios para a Seduc, que prontamente afirmou que irá estudar uma maneira de nos providenciar”, afirmou a diretora.



A merendeira Vera Lúcia Onório também comemora trabalhar em uma das melhores estruturas da rede. Com mais de 30 anos de profissão, sendo 12 somente atuando na EE João Batista, Vera não esconde a felicidade. “Refrigerador, panelas, resfriador, era tudo muito diferente antes. Hoje, até trabalhar ficou mais fácil”, frisou. 

Maria Júlia, Vitória Ângelo e Ketly Milleny estão cursando o 3º ano do ensino médio na unidade. Elas ressaltaram as melhorias na infraestrutura do colégio e os laboratórios como o ponto alto.

Vitória, que estuda na unidade desde a 5ª série do ensino fundamental, afirma que sente muito orgulho de pertencer a EE João Batista e que no momento já sente um misto de tristeza por estar no último ano. “Os laboratórios, a biblioteca, refeitório confortável, enfim eu sempre gostei de estudar aqui tanto é que estudo aqui e nunca pensei em sair”.

Pró-Escolas

Orçada em R$ 5,1 milhões, a escola conta com 12 salas de aula, diretoria, secretaria, sala de professor, sala de informática, biblioteca, conjuntos de sanitários e de vestiários, praça de recreação, quadra poliesportiva, além de laboratórios de biologia, física, matemática e química.

Segundo o secretário Marco Marrafon, uma escola com estrutura de qualidade é fundamental para a concretização do principal objetivo da Seduc, que é reduzir a evasão escolar e melhorar os indicadores de ensino.

“Inaugurar mais esta escola não é apenas um sonho, é muito mais do que isso, é fazer parte de um objetivo maior, o objetivo de ajudar a concretizar os sonhos dos nossos alunos”, ressaltou o secretário.  



As obras fazem parte do Pró-Escolas, o maior programa de investimentos na história da educação de Mato Grosso. O objetivo é melhorar a qualidade de ensino e alavancar os indicadores de ensino do estado.

O programa conta com quatro eixos de atuação: Ensino, Estrutura, Inovação e Esporte e Lazer, sendo que cada um tem a finalidade de promover ações específicas para melhorar a aprendizagem. Um dos principais objetivos, além de garantir educação pública de qualidade, é combater a evasão escolar.

O Pró-Escolas tem a finalidade de promover ações e investimentos para melhorar a estrutura das escolas estaduais e a qualidade da educação pública estadual. Em infraestrutura, o programa prevê investimento de R$ 180 milhões, somente para 2017.
Notícias Relacionadas »
Comentários »