08/04/2017 às 12h06min - Atualizada em 08/04/2017 às 12h06min

Veja reportagem sobre prisão de mulher que matou namorada e estava escondida em Campinápolis

Araguaia Notícia


Acompanhe a reportagem da Rede Record da afiliada de Minas Gerais sobre a prisão de Eliene Alves, que aconteceu nesta semana, na cidade de Campinápolis onde a mulher trabalhava num posto de gasolina como frentista. Eliene é procurada da Justiça de MInas por ter tirado e vida e incediado o corpo da namorada Talita Evlin.

Segundo informações, Eliene e Talita eram namoradas e brigavam muito por causa de ciúmes. Talita Evilin, desapareceu no dia 24/09/2015 e o corpo queimado foi encontrado dois dias depois, num matagal no bairro Progresso na cidade de Prata/MG, com o corpo todo queimado.

O comandante da Policia Militar de Campinápolis/MT, sargento PM Triches, disse que tomou conhecimento do fato pela imprensa e redes sociais de que Eliene estaria residindo na cidade de Campinápolis. Diante da informação, a PM passou a diligenciar pela cidade, e, com informações de moradores, logrou êxito e prendeu Eliene, conduzindo a mesma até a Policia Judiciária Civil.

Pelas redes sociais a PM recebeu a seguinte informação "Fiquei sabendo através do R7 e Balanço Geral do caso em Minas Gerais e reconheci que ela trabalhou de frentista num posto de gasolina aqui na cidade e também na Cooperativa Campileite". O informante não quis se identificar.

A equipe de investigação foi composta pelo comandante da PM em Campinápolis, sargento Triches, sargento Henrique, cabo Juscelino e soldado leal.
Notícias Relacionadas »
Comentários »