17/03/2017 às 14h41min - Atualizada em 17/03/2017 às 14h41min

Professor é suspeito de assediar sexualmente crianças em escola particular

Agência da Notícia
A Polícia Judiciária Civil investiga um caso de abuso sexual em uma escola particular do município de Confresa, o caso chegou até a polícia após uma mãe notar o comportamento estranho do filho e em conversas com a criança, o menino teria relato o fato.

De acordo com informações obtidas através do boletim de ocorrência registrado na Polícia Civil de Confresa, dois meninos de idade de 8 e 9 anos seriam vítimas de supostos assédio sexual cometidos pelo professor de 36 anos. 

Uma das crianças relatou a mãe que o professor estaria pegando em suas partes intimas e que o colocaria para sentar em seu colo, o menino disse ainda que o professor disse que tudo que acontecia era um “segredo” dele e do tio [professor].

Em conversas com o delegado responsável pelas investigações, André Rigonato, o caso está sendo investigado em sigilo e com muita cautela, “Estamos instaurando o inquérito para apurar esse caso que exige extrema atenção, uma vez que estamos lidando com famílias, toda cautela é pouca, vamos investigar e descobrir o que realmente aconteceu” concluiu André.

Rigonato citou um caso que ocorreu no estado de São Paulo onde um professor foi acusado de abusos sexuais contra seus alunos e após as conclusões das investigações foi provado que o professor não havia cometido os tais crimes, mas teve sua imagem manchada com o caso.

A Polícia Civil irá investigar o caso que correrá em sigilo, explicou Rigonato.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.5%
1.3%