07/03/2017 às 13h33min - Atualizada em 07/03/2017 às 13h33min

Taques entrega caminhão bombeiro para aeroporto de Cáceres

Folha Max
O governador Pedro Taques irá entregar, nesta quinta-feira (09.03), um Caminhão de Combate a Incêndio (tipo 3) que no futuro irá assegurar voos comerciais para o Aeroporto Municipal de Cáceres. Com isso, até 2018, Mato Grosso contará com oito aeroportos regionais recebendo voos comerciais, atualmente são seis. O aeroporto da cidade pantaneiro também passará por reformas.

A ampliação destas estruturas vai estimular o desenvolvimento das cidades, potencializar o turismo, melhorar o acesso a serviços públicos e elevar a qualidade de vida do cidadão. Além disso, o Governo do Estado busca melhorias na segurança operacional das unidades aeroportuárias.

O secretário de Infraestrutura e Logística, Marcelo Duarte, explicou que o caminhão é imprescindível para determinar a capacidade de segurança operacional do aeroporto, uma vez que aumenta o nível de proteção contra incêndio da unidade.Duarte explica, ainda, que o caminhão foi obtido pelo Governo de Mato Grosso que celebrou um convênio com o Governo Federal, via Secretaria de Aviação Civil (SAC).

Obras no aeroporto

Para colocar o aeroporto em funcionamento pleno, a Sinfra irá executar uma série de obras no aeroporto de Cáceres, como a reforma da estrutura e adequação do terminal, a ampliação e adequação do pátio de parada de aeronaves, recapeamento e sinalização horizontal da pista de pouso, revitalização da cerca operacional e sinalização noturna.

Atualmente, Mato Grosso conta com as unidades de Rondonópolis, Sorriso, Barra do Garças, Alta Floresta, Sinop, além do Aeroporto Internacional Marechal Rondon, recebendo voos comerciais diariamente. Até 2018, devem entrar em operação os terminais de Cáceres e Tangará da Serra.

Voe MT

As ações voltadas para os aeroportos fazem parte do Programa Voe MT (Programa Estadual de Incentivo à Aviação Regional), da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec-MT).

O programa tem foco no fomento e democratização do transporte aéreo, diversificando as cidades a serem atendidas com voos regulares.

As companhias aéreas que abrirem voos no estado podem obter redução da alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para compra de querosene de aviação, por meio do programa Voe MT.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.0%
23.7%
1.3%