01/03/2017 às 16h03min - Atualizada em 01/03/2017 às 16h03min

Pai que estuprou e engravidou filha de 12 anos é solto após confessar crime

Araguaia Notícia
A população do distrito de Paredão Grande, no município de General Carneiro, está indignada com o fato de que o suspeito Lourival Onofre de Oliveira está solto mesmo depois de ter confessado que estuprou e engravidou a própria filha de 12 anos. 

Lourival chegou a ser ouvido na delegacia de Barra do Garças, todavia o delegado plantonista explicou que o caso não seria flagrante porque teria ocorrido anteriormente e que não havia mandado de prisão contra o suspeito e por isso não teria como mantê-lo preso. O procedimento foi encaminhado para delegacia de General Carneiro cujo delegado responsável de lá terá o papel de pedir a prisão do acusado. 

O suspeito foi detido quando levou a filha que passava mal ao hospital de General Carneiro e lá uma médica descobriu a gravidez da menina, estaria de 4 a 6 semanas de gestação. Em entrevista com os policiais, a adolescente admitiu que era estuprada pelo pai e Lourival confessou o crime dizendo que era trabalhador, mas tinha cometido "esse deslize de ficar com a própria filha" e que estaria pronto para pagar pelo erro cometido.

Todavia, Lourival foi colocado em liberdade fato que revoltou até mesmo policiais que acompanharam a ocorrência tanto em General como também na delegacia de Barra. O clima de indignação tomou conta da região. Moradores do Paredão chegaram a comentar em justiça com as próprias mãos. Lourival durante interrogatório confirmou que mantinha relação com a filha e que ninguém sabia do fato muito menos a mãe da criança. 
 
Esse é o segundo caso incestuoso registrado na região. Na semana passada um agricultor foi preso acusado de abusar sexualmente de duas filhas de 13 e 11 anos de idade cuja denúncia partiu de outra filha de nove anos que escreveu uma carta para professora dizendo que as irmãs eram molestadas sexualmente pelo pai.

Em 2016 durante o período eleitoral, houve um caso semelhante em General Carneiro de que um lavrador acusado de abusar sexualmente da neta foi detido pela polícia e encaminhado para delegacia, mas como era período de eleição não foi possível fazer o flagrante e o suspeito foi posto em liberdade. 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%