28/02/2017 às 11h43min - Atualizada em 28/02/2017 às 11h43min

Após roubar carro, ladrão troca tiros com PMs e morre

Midia News
Um assaltante foi morto pela Polícia Miltar, em Várzea Grande, após participar do roubo de um carro em Cuiabá, no final da tarde desta segunda-feira (27).

Ele estava na companhia de um comparsa e ambos foram perseguidos pelos policiais.
  
O roubo aconteceu na Avenida Miguel Sutil, por volta de 17h, e terminou com perseguição e morte na Rodovia Mario Andreazza.

De acordo com o boletim de ocorrência, uma equipe da Rotam foi avisada do roubo de um Renault Duster preto, em frente a uma tapeçaria, empresa do proprietário do veículo.

A polícia foi informada que os suspeitos teriam fugido em direção ao Bairro Cidade Alta. Porém, os policiais encontraram o veículo seguindo no sentido de Várzea Grande, pela Rodovia Mário Andreazza

A equipe da Rotam, que vinha em direção a Cuiabá, fez uma manobra e mudou de pista para perseguir o carro.

Ao perceber a ação da polícia, os bandidos rapidamente pularam do veículo ainda em movimento e fugiram para uma região da mata na beira da pista. 

A polícia deu voz de prisão para os suspeitos, mas eles não obedeceram e atiraram.

Ainda de acordo com o B.O., os policiais revidaram os ataques e um dos suspeitos acabou se rendendo. Ele deitou no chão e se entregou.

O outro foi encontrado minutos depois escondido no meio do mato, próximo à rodovia.

Segundo o B.O.,  polícia pediu que o suspeito colocasse as mãos na cabeça, mas ele não teria obedecido e atirou contra os políciais, que revidaram.

Ele foi baleado por três tiros na região do tórax e do abdômen. Levado ao Pronto Socorro de Várzea Grande em estado grave, ele morreu na unidade hospitalar.  

Os dois assaltantes estavam armados, cada um com um revolver calibre 38.

O outro preso foi levado para a Central de Flagrantes de Várzea Grande.

O veículo foi recuperado e devolvido para o proprietário.   
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.7%
5.1%
18.9%
74.4%