22/02/2017 às 13h13min - Atualizada em 22/02/2017 às 13h13min

Núcleo Cível da Defensoria abre ciclo de palestras de prevenção a DSTs

Assessoria de Imprensa
O Núcleo Cível da Defensoria Pública iniciou na tarde desta segunda-feira (20), um ciclo de palestras educativas voltadas à prevenção de doenças sexualmente transmissíveis. O trabalho é realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, e se estende até quarta-feira, quando será apresentado no Hospital Santa Helena, onde é realizado o “Defensoria no Berçário”.

De acordo com a sanitarista Bia Correia, que falou para os assistidos da Defensoria que aguardavam atendimento no Núcleo, a iniciativa da Defensoria é muito importante, principalmente pelo período pré-carnavalesco da semana.

“Todas as Instituições Públicas deveriam contribuir na divulgação destas informações, visando a quebra do elo de transmissão. Em Cuiabá, contamos com quatro unidades de saúde que atendem a população da capital com os métodos de prevenção das hepatites virais, HIV e outras doenças sexualmente transmissíveis, nos bairros Grande Terceiro, Vista Alegre, Planalto e Verdão”, explicou.

Durante sua palestra, Bia tirou dúvidas dos assistidos e reforçou a importância dos métodos de prevenção. “Os preservativos, tanto o masculino e o feminino, são indispensáveis para a segurança das pessoas. Além disso, o teste rápido, que é disponibilizado pela Secretaria de Saúde, auxilia nosso controle estatístico e combate a chamada subnotificação”, continuou.

De acordo com a sanitarista, o teste rápido visa a detecção das DSTs e apresenta resultado em 30 minutos. Sua aplicação é similar ao teste de diabetes, e deve ser feito por todas pessoas com vida sexual ativa.

Defensoria no Berçário

O projeto, coordenado pela Defensora Pública Elianeth Gláucia de Oliveira Nazário, busca promover o aprimoramento tanto da comunicação quanto das soluções dos conflitos, estreitando a relação entre a Defensoria Pública, Hospitais Maternidades, mães e infantes, uma vez que a demanda de processos na seara do direito de família é de grande proporção e traz consigo mães e filhos em busca de seus direitos.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.2%
24.4%
1.4%