08/02/2017 às 07h15min - Atualizada em 08/02/2017 às 07h15min

Prefeitos prejudicados com divisão territorial vão se reunir terça-feira em Cuiabá

Araguaia Notícia
Os prefeitos contrariados com a lei 10.500/2017 que altera a divisão territorial em 36 cidades de Mato Grosso vão se reunir na próxima terça-feira em Cuiabá na sede Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM). “Nós já impetramos um mandado de segurança contra essa decisão e estamos agora pedindo ajuda da AMM e unindo os municípios que estão sendo prejudicados com essa lei”, frisou Roberto Farias.

O prefeito ponderou que a cidade não foi consultada sobre esse assunto e lamentou que deputados estaduais que freqüentam a cidade dizendo que querem ajudar o município sabiam do projeto e não alertaram as lideranças políticas de Barra do Garças. “Essa área que Barra do Garças está perdendo tem grandes fazendas e vamos perder recursos com isso”, completou.

Mais de vinte prefeitos já entraram em contato com a AMM e vão estar na reunião da próxima terça-feira e vão receber o apoio do ex-prefeito de Nortelândia, Neurilan Fraga (PSD), foi reeleito como presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios.

A redivisão proposta mexe com demarcação territorial de 36 municípios : Alto Araguaia, Alto Garças, Alto Taquari, Araguaiana, Araguainha, Barra do Garças, Campinápolis, Campo Verde, Chapada dos Guimarães, Dom Aquino, Gaúcha do Norte, General Carneiro, Guiratinga, Itiquira, Jaciara, Juscimeira, Nobres, Nova Brasilândia, Nova Xavantina, Novo São Joaquim, Paranatinga, Pedra Preta, Planalto da Serra, Poconé, Pontal do Araguaia, Ponte Branca, Poxoréu, Primavera do Leste, Ribeirãozinho, Rondonópolis, Rosário Oeste, Santo Antônio do Leste, São José do Povo, São Pedro da Cipa, Tesouro e Torixoréu
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.0%
3.7%
11.8%
83.5%