07/02/2017 às 13h50min - Atualizada em 07/02/2017 às 13h50min

Prefeito quer investigação sobre possíveis ameaças contra vereador

Agência da Notícia
O Prefeito de Canabrava do Norte João Cleiton do PSDB protocolou um pedido de instauração de inquérito, para apurar algumas denúncias que o Vereador Bartolomeu Júnior de Souza Silveira (PT), disse estar sofrendo. 

Segundo um ofício assinado pelo Prefeito, o vereador usou a Tribuna da Câmara para denunciar que estava sendo ameaçado.” Eu quero deixar registrado aqui mais uma vez, essa ameaça que eu sofri e que eu sofro todos os dias, e quero pedir que respeitem os 171 votos que me colocaram aqui como o segundo vereador mais votado nessa cidade”, teria dito o Vereador durante sua fala na Tribuna na 1ª Sessão da Câmara Municipal. 
Ao final da sessão, o prefeito municipal João Cleiton Medeiros, teve a oportunidade de uso da fala, na qual ressaltou o apoio do Poder Legislativo, e de toda a comunidade Cambaraense nas ações do “mutirão da limpeza”, que no prazo de um mês, já consegue refletir na autoestima de todos Canabravences.

O Prefeito demonstrou espanto com a denúncia ora formulada pelo vereador e se comprometeu a protocolar um requerimento de instauração de Inquérito Policial para investigar está “suposta ameaça de morte”, tendo em vista, que tal denúncia, no seu modo de pensar e agir, não tem a menor fundamentação de existência.

Com a denúncia do Vereador o Prefeito Municipal protocolou, na data de 06/02/2017, o pedido de instauração de inquérito policial para investigar esta ameaça.

A reportagem, o prefeito João Cleiton Medeiros assim se manifestou: “Tenho plena convicção de que isso nunca ocorreu. Todavia, para elucidar tais fatos e salvaguardar a vida do nobre vereador, e também, para interposição de possível ação civil de reparação por danos morais a minha imagem, e ainda, possível ação de cassação de mandato por falta de decoro parlamentar solicitei que fosse instaurado Inquérito Policial, para apuração dos fatos, com a maior brevidade possível, tendo em vista, da gravidade da denúncia formulada na tribuna daquele Poder Legislativo Municipal, no qual eu fazia se presente”, diz João Cleiton em ofício encaminhado ao Agência da Notícia. 

Ele ainda diz que não admite ataques gratuitos e faz questão de lembrar o histórico violento que a cidade tem, já que o próprio pai de João Cleiton foi assassinado quando era Presidente da Câmara de Canabrava do Norte. “É sabido, que as eleições no município de Canabrava do Norte – MT são tensas, e este município possui um histórico político de intensa rivalidade e mortes. Aliás, em 1995, perdi o meu pai assassinado, neste município. Na época, ele era o presidente da Câmara Municipal e tinha instaurado uma Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI, para apurar supostos desvios de recursos públicos. Minha família foi sempre combatente a corrupção, e no meu cargo, eu levo isto a vinco, por isso solicitei hoje, que fosse instaurado uma investigação desta suposta denúncia de ameaça de morte, contra tal vereador. Eu seria incapaz de efetuar qualquer ameaça contra quem quer que seja. ”

O pedido de abertura de inquérito foi enviado para o delegado de Canabrava do Norte Marcelo Henrique Maidame para que possa apurar as denúncias. 

No período da tarde estaremos disponibilizando os ofícios encaminhados para a Redação do Agência da Notícia, para que os internautas também tenham acesso na íntegra.
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.0%
3.7%
11.6%
83.7%