14/01/2017 às 13h09min - Atualizada em 14/01/2017 às 13h09min

Bebê de 23 dias morre depois de se afogar com leite

GAZETA DIGITAL
Um bebê de 23 dias morreu por suspeita de broncoaspiração, sufocado com o próprio leite em Cuiabá. A morte foi registrada por volta das 11h da manhã desta sexta-feira (13), no bairro Santa Laura, região do Coxipó. Seria o terceiro bebê da mulher que morreu nas mesmas circunstâncias.

 

Segundo o delegado Marcelo Jardim, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a equipe foi acionada para fazer a liberação do corpo do menino depois que uma equipe médica do Samu esteve no local e constatou o óbito. Os médicos foram acionados pela mãe e a avó da criança, logo que perceberam que ela passava mal.

 

O delegado constatou que a família é bem humilde e vive em situação precária. Na casa moram a mãe da criança, uma mulher de aproximadamente 30 anos e a mãe dela. O pai do bebê é um homem bem mais velho que estava no local mas a princípio não reside no mesmo endereço.

 

Outra constatação é que a mãe do menino apresenta problemas mentais. A própria avó da criança informou que outros dois bebês dela teriam morrido em decorrência do mesmo problema. Ela possui outros dois filhos menores que moram com outros familiares.

 

Ambas relataram que após a criança ingerir uma mamadeira de leite especial para recém nascidos, passou a fazer ânsia e inclusive expelir leite pelo nariz. A mãe então ministrou cinco gotas de dipirona para o bebê. Mas logo depois perdeu os sentidos.

 

A própria avó confirmou que era comum a mãe ministrar várias doses em seguida. A suspeita é que o leite estivesse muito grosso e contribuiu para a broncoaspiração.

 

De acordo com Jardim, avaliação médica da equipe do Samu apontou que a criança parecia estar um pouco desidratada, mas não tinha sinais de maus tratos. “Lamentavelmente constatamos que trata-se de uma situação onde uma pessoa incapaz cuida de uma criança, também incapaz”.

 

O corpo foi encaminhado para necropsia no Instituto de Medicina Legal (IML), para confirmação da causa da morte.

 

A criança ainda não havia sido registrada mas seria chamada de Marcos Machado pela família.
 
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.4%
5.3%
18.2%
75.2%