16/08/2012 às 23h51min - Atualizada em 16/08/2012 às 23h51min

TSE nega agravo e mantém candidatura de Beto em Barra do Garças

A decisão frustra adversários e principalmente o grupo de Wanderlei

Araguaia Hoje
Reprodução Beto acredita que está no caminho certo e defende uma campanha propositiva

O Tribunal Superior Eleitoral julgou nesta quarta-feira (15) o agravo regimental impetrado por Cândido Teles que tentava derrubar a liminar que garantia a Roberto Farias o direito de disputar as eleições municipais em Barra do Garças, por unanimidade, o pleno do STF decidiu manter a decisão liminar do ministro Gilson Dipp que garante a Roberto Farias a condição de disputar a prefeitura de Barra do Garças.


Com isso, o quadro eleitoral em Barra do Garças se mantém com cinco candidaturas e a tentativa do grupo do atual prefeito Wanderlei Farias, através do advogado Cândido Teles (candidato a deputado estadual na época da denúncia) não prosperou. Nos últimos dias a expectativa em torno do processo aumentou devido um parecer favorável da vice procuradora geral eleitoral, mas o pleno acabou mantendo o efeito suspensivo concedido pelo ministro Gilson Dipp.


O candidato a prefeito pelo PSD afirmou que nunca duvidou que a justiça seria feita. 


“Não roubei, matei ou desviei dinheiro público, estava sendo punido por ter concedido uma entrevista me defendendo de ameaças de morte sofridas durante a campanha de 2010, sabia que mais cedo ou mais tarde a justiça seria feita, agora o povo é que vai decidir quem será o próximo prefeito de Barra do Garças, a eleição vai ser decidida no voto, e não do tapetão como alguns queriam”, afirmou Roberto, que concorre a prefeitura de Barra do Garças com mais quatro candidatos, Adalto de Freitas (PMDB), Andréia Santos (PR), Ubaldino Rezende (PDT) e Fernando Lira (PTC).


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.6%
5.5%
17.7%
75.3%