Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90
Araguaia Notícia  Publicidade 728x90
28/12/2016 às 13h38min - Atualizada em 28/12/2016 às 13h38min

Atoleiros em rodovias isolam municípios e carretas com alimentos e combustível ficam paradas

Olhar Direto
Municípios do Nortão e Noroeste de Mato Grosso estão parcialmente isolados em decorrência aos atoleiros em rodovias estaduais e federais, mais precisamente a BR-174. A dificuldade de trafego está impedindo a passagem de veículos de pequeno porte e levando carretas com alimentos, combustíveis e cargas vivas a ficarem paradas formando filas nas rodovias.

Entre os municípios afetados estão Juína, Aripuanã, Colniza, Juruena e Cotriguaçu, que estão enfrentando dificuldades com o aumento de atoleiros em trechos das rodovias estaduais MT-170, MT-418, MT-208 e MT-206.

Conforme o presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga, a situação mais crítica está na BR-174, onde a entidade, juntamente com os prefeitos e o senador Wellington Fagundes, reuniu-se com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) solicitando providências.

Ainda segundo Fraga, “as estradas estaduais receberam manutenção”. O presidente da AMM pontua ainda “que nem todas as estradas estaduais são de competência das prefeituras. O Estado fica com 50% do Fethab para fazer estradas e pontes acima de 12 metros e não vemos tais pontes. O Estado tem o compromisso de ajudar na manutenção”.

Segundo a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT), as estradas estaduais não pavimentadas desde janeiro de 2015 tiveram a competência da manutenção e conservação passadas para as prefeituras diante o repasse dos recursos do Fethab. Em dois anos foram repassados para os municípios R$ 444 milhões em recursos provenientes do Fethab.

A Sinfra, por meio de sua assessoria de imprensa, afirma que “manutenção de estradas não pavimentadas é com as prefeituras. Na nova lei do Fethab, aprovada em dezembro, passa a ser obrigatória a criação de um conselho municipal para realizar a gestão dos recursos do Fethab e caso não seja comprovado o uso de tais recursos nas obras de rodovias estaduais o repasse do fundo poderá ser suspendido”.

Pregão para a BR-174

No dia 21 de dezembro, o DNIT publicou o resultado do pregão eletrônico nº 347/2016 ao qual contrata os serviços da empresa Andrade & Vicente LTDA, por valor de proposta de R$ 21,599 milhões, para a manutenção (conservação e recuperação) da rodovia federal BR-174 em Mato Grosso.

A BR-174 é considerada um dos maiores problemas neste momento pelos municípios em decorrência dos atoleiros.

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real  CLIQUE AQUI
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90