24/11/2016 às 16h41min - Atualizada em 24/11/2016 às 16h41min

Cidade realiza audiencia para discutir onda de assaltos

Interessante News
Interessante News

Realizada pela parceria Prefeitura Municipal, Conseg - Conselho Municipal de Segurança de NX, CDL - Câmara dos Dirigentes Lojistas local e demais apoiadores, estará sendo realizada nesta quarta feira, 23, na Câmara de Vereadores de Nova Xavantina, a partir das 14 horas, uma Audiência Pública para tratar da questão da segurança pública no município.

Segundo o presidente do Conseg-NX, Carlos Roberto Oliveira, o Carlão, a iniciativa de realizar a Audiência se deu em atendimento à pedidos de empresários e donos de estabelecimentos comerciais, que, vítimas de constantes assaltos e prejuízos em seus comércios, solicitaram ajuda ao CDL, que em conjunto com o Conseg, mantiveram reunião com o prefeito João Cebola para tratar do assunto, quando as conversações se encaminharam para a realização da Audiência Pública.

Já estão confirmadas as presenças do Diretor das Delegacias do Interior da Secretaria de Segurança Púbica do Governo de Mato Grosso, Walfrido Franklin Nascimento; do Comandante Regional da PM de Água Boa, Coronel Jorge Tadeu e autoridades das policias civil e militar de Nova Xavantina, além de advogados e da população em geral, notadamente aqueles que já sofreram assalto.

                                                  A HORA É ESSA!

"A participação da população vai ser fundamental" disse o prefeito João Batista Vaz da Silva à imprensa local, em entrevista coletiva concedida na tarde desta terça feira, 22, em seu gabinente na Prefeitura.

 "Convocamos a todos aqueles que já foram humilhados, torturados psicológicamente, aterrorizados pelo meliantes, a irem na Audiência prestar o seu depoimento, falar, expor o problema, pois estarão diante de autoridades que podem tomar medidas para mudar ou amenizar o quadro" disse o prefeito à Rádio Nova Xavantina.

Empenhado e entusiasmado com a realização da Audiencia, que para ele é uma excelente oportunidade para encaminhar soluções para o setor, Cebola discorreu sobre um dos grandes problemas atuais, que faz com que os presos pelas policias civil e militar, sejam soltos quase que instantaneamente, graças às brechas existentes na Constituição Federal, que favorecem a soltura dos bandidos.

"O problema está na fase processual de produção de provas, que se chama tecnicamente de "instrução" do inquérito. Neste período, se as provas de acusação não forem robustas, de forma a não deixar dúvidas para o Magistrado sobre a culpabilidade do réu, qualquer advogado mínimamente informado pode soltar o preso, aproveitando-se desta lacuna" disse o advogado Dr. João Batista.

                                       118 BOCAS DE FUMO

Outra questão que certamente será bastante debatida na AP, é quanto a instalação do presídio de segurança máxima Major Zuzi, em Água Boa, que mudou a rotina não só de ÁGua Boa, mas de cidades vizinhas, como Nova Xavantina.

A unidade prisional recebe detentos considerados de alta periculosidade de todo o Estado, que quando saem, obtém o alvará de soltura, cometem assaltos em cidade vizinhas e em ÁGua Boa, para conseguirem dinheiro para voltar às suas cidades de origem.

Cidade com poucomais de 20 mil habitantes, em Nova Xavantina, segundo o presidente do Conseg-NX, Carlão, existem mapeados pela polícia 118 (cento e dezoito) bocas de fumo, e em alguns bairros, quatro ou cinco no mesmo quarteirão, disse ele.

Quanto aos assaltos, só o presidente do CDL local, empresário Wilke Parreira.teve o seu comércio assaltado 15 (quinze) vezes durante este ano de 2016.

Será amanhá, quarta feira, a partir das 14 horas, na Câmara Municipal, a Audiencia Pública sobre a Segurança no município. Sua presença é fundamental.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.3%
4.5%
17.0%
77.2%