18/11/2016 às 13h54min - Atualizada em 18/11/2016 às 13h54min

Homem com doença degenerativa é atendido na Caravana da Transformação

Agência da Notícia
Agência da Notícia

Com uma doença rara que paralisa todos os músculos do corpo, Wolmir Frigo, que já passa por tantos desafios todos os dias, precisava enfrentar mais um problema, placas em seus dentes e suspeita de cáries. Sua família foi em busca de tratamento na rede pública da região, mas sempre teve uma negativa como resposta para o tratamento.

O principal apontamento para a negativa é que Wolmir já paralisou parte dos músculos da face e não abre a boca facilmente. No entanto, com o tempo, o problema foi agravado e para assegurar o atendimento, a família de Wolmir buscou a Justiça. Ainda assim, enfrentou desafio, já que havia a alegação da dificuldade em atender o paciente.

A Caravana da Transformação era considerada pela família como a última esperança de atendimento. Foi aí que a história começou a mudar. Ao chegar na Caravana, a família buscou atendimento em odontologia, serviço que foi inserido nesta edição, mas para atendimento de crianças e adolescentes. Entretanto, o dentista responsável, Tom Ré, se disponibilizou para tentar fazer o tratamento.

"Já atendi muitos casos no Brasil, casos de crianças com mais dificuldades. Fui procurado pelo irmão dele e disse: eu vou tentar, não tenho coragem de dizer que não faço. Sempre tento", disse o doutor Tom Ré da empresa 20/20, contratada pelo Estado para fazer os serviços.

As palavras de esperança do doutor foram compreendidas por Wolmir Frigo, que colaborou da forma que conseguiu para a realização dos procedimentos. "A boca estava em situação complicada, mesmo não comendo mais, ainda tinha tártaros, placas e infecções que precisavam de tratamento. Tudo isso provocava mau hálito e isso incomodava a família. Não tinha problema de cárie praticamente, eram cálculos", disse o dentista.

Os cálculos nos dentes são formados através das bactérias que fixam no dente, se alimentam e vão eliminando o material, que se dá o nome de película adquirida. O dentista conta que no caso de Wolmir já não se via mais dentes, uma vez que o problema já tinha tomado conta da boca toda.

"Então, no primeiro atendimento fizemos uma limpeza superior, para começar a ver o dente, antes não se via o dente. Uma massa cobria tudo, a gengiva estava infeccionada", contou. No outro dia, Wolmir voltou ao consultório e terminou os procedimentos de limpeza da boca.

A família também recebeu a orientação para buscar um médico que vai receitar um anti-inflamatório para tratar o paciente e receberam orientação sobre o processo de escovação dos dentes e limpeza da boca. Como ele não pode usar água na boca, por risco de afogamento, a higiene será feita com um pano umedecido com água oxigenada, que vai evitar novas contaminações.

Para seus cuidados diários, Wolmir Frigo conta com apoio do irmão, Ricardo Antônio Frigo, que é o seu tutor, da sua cunhada Cleonice Teixeira Leotério e de uma cuidadora, contratada para os cuidados durante o dia, enquanto a família trabalha.

Atendimento odontológico

Os atendimentos odontológicos da Caravana da Transformação beneficiaram 757 crianças e adolescentes do município de Canarana. Foram um total de 6.866 procedimentos durante os sete dias em que a unidade móvel de atendimento esteve no Estádio Municipal. O procedimento mais realizado foi a raspagem alisamento e polimento supragengivais, realizado 2.175 vezes. Foram 820 raspagens subgengivais. Também foram realizadas 787 restaurações, 329 extrações de dentes entre outros serviços. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.3%
4.8%
16.7%
77.2%