11/11/2016 às 19h19min - Atualizada em 11/11/2016 às 19h19min

'Votação expressiva é fruto de nosso trabalho', considera Beto Farias reeleito

Rdnews

À espera da diplomação e posse para o segundo mandato na cidade mais importante do leste de Mato Grosso, o prefeito reeleito de Barra do Garças, Roberto Farias, o Beto Farias (PMDB), como é conhecido, ainda agradece o eleitor pela expressiva votação que teve nas eleições de 2 de outubro, quando obteve 20.275 votos, o que equivale a 72,34% dos votos válidos do município.

Para quem esperava que o prefeito creditasse a votação à fragilidade dos adversários, o advogado Sandro Saggin (DEM) e o vereador Odorico Ferreira Cardoso, o Kiko (PT), o discurso é de respeito aos oponentes, mas de crédito ao trabalho dos últimos três anos e dez meses. Em nenhum momento, Beto menospreza os candidatos derrotados. 

“Essa votação foi fruto de nosso trabalho. Desde o início de nossa gestão procuramos preparar a cidade para o futuro, investindo em setores chaves como a educação, a saúde, o setor social e em obras estruturais para dar condições à chegada de novos investimentos em Barra do Garças. Essa foi a nossa preocupação, modernizar a cidade e prepará-la para o futuro”, disse. 

Ciente dos desafios que terá pela frente em um momento de crise que o país e o Estado atravessam, Beto afirma que Barra do Garças não é uma ilha e que sente também os efeitos desse período conturbado da economia brasileira. “Já aplicamos o remédio amargo que necessitávamos contendo gastos, enxugando os excessos e fazendo uma gestão com os pés no chão, sem exageros, e buscando parcerias”, diz. 

Segundo mandato 

Para o segundo mandato, que se inicia em 1º de janeiro de 2017, o prefeito reeleito acredita que terá condições de dar continuidade aos avanços que a cidade teve nesses três anos e dez meses. Conforme Roberto Farias, Barra vive um momento ímpar em sua história. 

“Nós avançamos muito e precisamos avançar mais em todos os setores, mesmo enfrentando atrasos nos repasses como vem ocorrendo agora. A saúde, por exemplo, consome R$ 2,5 milhões por mês para que o Hospital Municipal continue atendendo não apenas os moradores de Barra do Garças, mas outros 33 municípios em Mato Grosso e outros em Goiás. É uma carga pesada, contudo, não podemos deixar de levar saúde à população”, ressalta. 

Beto não escondeu o entusiasmo com os últimos investimentos na área econômica que Barra do Garças recebeu, como um shopping center e a implantação da linha aérea da empresa Azul, inaugurada na segunda (7). 

“São dois grandes investimentos em um período de crise. Isso traz um novo alento à cidade e mostra que a Revista Exame estava certa ao afirmar que o município era o segundo melhor de Mato Grosso e o 8ª do país para se investir. Esse voo da Azul traz novas perspectivas, abre as portas para os investidores e impulsionar o turismo local. Uma cidade que busca a sua autossuficiência não pode prescindir de uma linha aérea”, destacou, elogiando a parceria com o governo estadual que permitiu a chegada do voo. 

Além de buscar novos investidores nos próximos quatro anos, Beto pretende também dar continuidade às parcerias firmadas com os governos estadual e federal, e com a bancada federal de Mato Grosso em Brasília. Segundo ele, essas parcerias têm rendido bons frutos e merecerem continuidade. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.3%
4.8%
16.7%
77.2%