15/07/2012 às 19h48min - Atualizada em 15/07/2012 às 19h48min

Xavantinense troca tiro com a polícia e é preso

Notícias NX
Notícias NX

Ele colidiu contra a caminhonete de um policial militar de Cacoal que acionou a Polícia Rodoviária Federal em Jaru, iniciando assim uma perseguição que só acabou após o motorista ser baleado, perder o controle da direção da carreta e colidir contra o muro da extinta Madeireira Cometa, próximo ao trevo de Jaru.

Segundo informações, o carreteiro Fernando Rodrigues Santana, 26 anos, natural de Nova Xavantina/MT, teria começado a dirigir em zigue-zag na BR e jogar a carreta Scania, modelo 360-124G, placas AIK-3087 e GRA-6278 de Primavera do Leste/MT, carregada de madeira serrada, contra outros veículos que seguiam pela rodovia federal.

Ele teria colidido contra a caminhonete Chevrolet, modelo S10, placas NDK-8810, conduzida pelo cabo PM Campos de Cacoal, que o perseguiu e acionou o posto da PRF em Jaru. O juiz federal da Comarca de Ariquemes, Doroteu Barbosa Neto também ajudou na perseguição.

O policial rodoviário federal Soares iniciou a perseguição à carreta e acionou a Polícia Militar. Armado com uma pistola PT .40 o carreteiro atirou contra a Polícia e nas proximidades do posto Irmão Leite ele foi atingido por um tiro e acabou saindo da pista e colidindo contra o muro da madeireira. Mesmo ferido ele continuou atirando contra os policiais que realizavam o cerco, mas depois acabou se entregando. Ele foi preso e conduzido pelo Corpo de Bombeiros ao Hospital Municipal de Jaru.

Na carreta a Polícia ainda encontrou um revólver de calibre 22, duas caixas de munições intactas e “arrebites”, droga utilizada por alguns caminhoneiros para tirar o sono. Ainda não se sabe o que motivou o descontrole do motorista.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.1%
4.7%
16.9%
77.3%