07/11/2016 às 08h33min - Atualizada em 07/11/2016 às 08h33min

Comerciante morre em acidente de moto e caminhonete

Ézio Garcia / Interessantes News
Interessante News

Um acidente envolvendo uma moto dirigida por Francisco Machado da Silva, de 62 anos, o Seo Chico, comerciante do setor Xavantina, e uma caminhonete de cor branca, GMC - 3500, dirigida por Caio Felipe Franciscone Machado, de 22 anos, levou a óbito o condutor da moto, que teve fratura craniana, foi atendido no hospital municipal, removido em caráter de urgência para a UTI de Barra do Garças, e lá veio a falecer, logo nos primeiras horas da noite desta sexta feira, 04.

O acidente ocorreu por volta das 17 horas de quinta-feira (3/11), quando Seo Chico, que vinha da BR-158 para entrar na Rua Mestre Venâncio de Oliveria, a poucos metros de sua residência e de seu estabelecimento comercial; provavelmente julgou que a caminhonete, que vinha descendo a BR-158, sentido setor Nova Brasília, fosse parar no quebra mola alí existente, o que, segundo se acredita, não teria acontecido.

A colisão foi quase frontal e violenta, arremessando Seo Chico para o outro lado da avenida, já perto do canteiro central. Socorrido pela viatura do Corpo de Bombeiros, que chegou imediatamente no local, ele ainda tinha os sinais vitais, porém, segundo sua esposa, enfermeira da rede pública de saúde do município, Fátima Leal, já praticamente sem vida, tamanha a violência da pancada.

                         TRABALHADOR

Seo Chico morreu praticamente na hora, há poucos metros de sua casa. A notícia deixou consternada a comunidade do setor Xavantina, amigos e frequentadores do seu bar, um dos mais tradicionais do setor.

Piauiense, Chico era irmão de outro comerciante quase vizinho, Antonio Carlos Machado, do Bar Alagados, e chegou em Nova Xavantina há 21 anos, em 1.995, quase na mesma época da chegada de sua esposa, Fatinha, também do Piauí.

Trabalhador, Chico montou seu bar na frente de sua residência, e cresceu comercialmente, adquirindo o estabelecimento ao lado, fechando o quarteirão de sua propriedade. Deixa esposa, filhos e netos, e muitos amigos, seus clientes fiéis, que frequentavam seu estabelecimento. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.2%
4.5%
17.2%
77.0%