06/11/2016 às 17h20min - Atualizada em 06/11/2016 às 17h20min

Médicos do Hospital Regional de Rondonópolis entram em greve

G1 MT
Reprodução

Os médicos do Hospital Regional de Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, entraram em greve sábado (5), alegando atraso salarial. Segundo os médicos, os pagamentos estão atrasados há três meses. Por conta disso, os 65 médicos que formam o corpo clínico do hospital decidiram, durante assembleia da categoria realizada na sexta-feira (4), entrar em greve por tempo indeterminado.

Por telefone, a direção do hospital disse que o não pagamento é consequêcia do atraso nos repasse que deveriam ser feitos pelo governo do estado. Por meio de nota, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) informou que o repasse da verba referente ao mês de agosto foi depositado e que os demais pagamentos, de setembro e outubro, já foram feitos parcialmente.

Os médicos do Hospital Regional estão atendendo, a partir de hoje, apenas os casos de urgência e emergência na unidade. O hospital é referência em alta complexidade para 20 municípios da região Sul do estado, principalmente para traumatologia e tomografia.

Outro lado

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde, a parte dos recursos que cabe ao governo federal já está na conta. A parte que deve ser paga pelo estado será liberada nos próximos dias, de acordo com a pasta. O motivo do atraso seria o compromisso do governo de quitar a folha de pagamento dos servidores.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.3%
4.8%
16.7%
77.2%