09/07/2012 às 16h57min - Atualizada em 09/07/2012 às 16h57min

PF confirma 325 quilos de cocaína do Comando Vermelho

24 Horas News
24 Horas News

A Polícia Federal confirmou a apreensão de 324 quilos de cocaína na Fazenda Aguacerito, encravada na divisa entre Mato Grosso e a Bolívia, no município de Cáceres. A droga seria uma encomenda do Comando Vermelho, do Rio de Janeiro, já que os pacotes continham uma especie de "logomarca" codificada em letras e números todos iguais. Além disso, O fato dos pacotes serem personalizados, reforçam a suspeita que seria essa carga oriunda de cartéis, colombianos ou peruanos, tendo em vista que as apreensões de cocaina da Bolivia, apresentam formas artesanais de fabricação e sem qualquer selo ou logomarca.
O apoio do Grupamento Aereo da Policia Militar de Mato Grosso e ainda do militares do Grupo Especial de Fronteira, foi considerada pela Polícia Federal como sendo fundamental para o sucesso da operação. A região onde está localizada a Fazenda Aguacerito se situa no Pantanal de Cáceres que ainda passa pelo regime de vazante com extensos atoleiros. Portanto, só é possível chegar até lá através de aeronaves. A droga teria sido arremessada por um avião de pequeno porte...


Conforme o delegado da PF, Josean Severo, a droga foi localizada a aproximadamente 200 metros da pista de pouso da fazenda. Os tabletes estavam embalados em sacos iguais aos que são utilizados para o transporte de grãos, embaixo de uma árvore. De acordo com a Polícia Federal, a apreensão da droga e a prisão dos dois suspeitos foram resultado de um serviço de inteligência e do trabalho feito em campo, após denúncia anônima de que a fazenda e toda região têm sido utilizadas como pontos de arremesso de entorpecentes.
De acordo com o comandante do Águia 02, major PM Ricardo Tomas da Silva, o Ciopaer tem sido grande parceiro da PF em ações de combate ao narcotráfico. Conforme o comandante, foram necessárias duas aeronaves para realizar o trabalho de translado dos policiais, dos presos e de toda droga apreendida.
“Temos recebido denúncias de que a região está sendo utilizada pelos traficantes, com esse modo de operação de arremesso de entorpecente. Por serem locais praticamente inóspitos e de difícil acesso, as chances de entrada de drogas no nosso Estado são grandes”, afirmou o delegado.
Segundo o delegado, os dois homens presos eram funcionários da fazenda Aguacerito. No entanto, não há confirmação de que a fazenda funcionava como local constante de descarga de entorpecentes oriundos da Bolívia. “As investigações vão continuar. A gente acredita que possa haver mais envolvidos, assim como outras fazendas, que a gente tem informação que oferecem logística para esses criminosos”, explicou.
Todo o material apreendido (324,980 kg de pasta base de cocaína) e os dois homens detidos foram conduzidos à sede da Delegacia da Polícia Federal de Cáceres. Segundo a PF, a dupla deverá responder por tráfico de drogas. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.6%
5.3%
19.1%
74.1%