06/07/2012 às 19h36min - Atualizada em 06/07/2012 às 19h36min

PM estoura boca de fumo e casal é indiciado por tráfico de drogas

Água Boa News
Jornal O Pioneiro

Na tarde de quarta-feira, dia 04, foram presos pela Polícia Militar de Canarana, seis pessoas sob acusação de tráfico de drogas, na residência nº 833 da rua Santa Rosa, bairro Nova Canarana, onde funcionava uma boca de fumo. Vários objetos que teriam sido adquiridos com o dinheiro do tráfico, bem como veículos utilizados pelos acusados, foram recolhidos pelos policiais.
Conforme consta no Boletim de Ocorrência confeccionado pela Polícia Militar, há algum tempo o local já era investigado como boca de fumo. Nesta data, um usuário foi visto saindo da residência. Os policiais abordaram o mesmo mais adiante e encontraram com ele uma trouxinha de substância aparentando ser pasta base de cocaína. O menor confessou em vídeo gravado que comprou a droga no local e que pagou por ela a quantia de 10 reais.
Os policiais adentraram pelos fundos da casa suspeita, através de outra residência, quando encontraram um dos suspeitos no quintal e outros dois na sala da casa. A dona da residência, Welen Nara Lira Aguiar, de 35 anos, e o seu atual companheiro, Roberto Nogueira de Barros, 22 anos, conseguiram sair do local em um veículo VW Gol, mas foram interceptados pela polícia numa rua próxima.
Na pia da cozinha foi encontrado um prato com substância que aparentava ser entorpecente. No armário da cozinha foram encontradas substâncias químicas que eram misturadas à droga, como acetona, farináceos e sódio, além de cal e cloreto de potássio dentro de um quarto nos fundos do quintal...
A proprietária da casa disse aos policiais que não possuía emprego. Diante disso, foram recolhidos todos os aparelhos eletroeletrônicos encontrados na casa, assim como o veículo VW GOL, placa AJR 9440, e uma moto Honda CB 300, placa NJV 0918. Entre as apreensões há 13 folhas de cheques, cartões de crédito, máquina fotográfica, aparelho de som, TVs, computador, Play Station, aparelho de DVD, Home Theather, pen drives e aparelhos de celular, entre outros.
A Polícia Militar entregou para a Polícia Civil, filmagens de alguns usuários afirmando que Welen Mara comercializava entorpecentes. O casal, além de um menor que estava dentro da residência, foram indiciados por tráfico de drogas e associação para o tráfico. O menor deve ser liberado. Roberto está preso na Cadeia Pública de Canarana e Welen Nara, apontada como a chefe da boca de fumo, estava presa na DEPOL de Canarana, esperando ser transferida para uma cadeia feminina do estado. Os outros três suspeitos foram ouvidos como usuários e liberados.
Participaram da operação os militares Ten. João Paulo, CB Sancler, Sds Geraldo, Fontenele e Henrique. O indiciamento dos acusados foi formulado pelo delegado Marcelo Jardim.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.3%
24.4%
1.4%