25/06/2016 às 12h52min - Atualizada em 25/06/2016 às 12h52min

Quatro funcionários são presos por suspeita de furtar caixas de mercado

G1 MT
G1 MT

Quatro funcionários de um supermercado foram presos na terça-feira (21) suspeitos de terem montado um esquema para furtar o dinheiro de caixas do estabelecimento, em Confresa, a 1.160 km de Cuiabá. Segundo a Polícia Civil, um fiscal e três funcionários do supermercado que atuavam diretamente nos caixas foram identificados na fraude. O proprietário do supermercado, Paulo César Araújo Júnior, calcula prejuízo de R$ 60 mil. O dinheiro era furtado diariamente e distribuído entre os suspeitos.

O caso ocorria há aproximadamente dois meses no Supermercado Atacado Rio Xingu. De acordo com o delegado André Rigonato, os quatro funcionários confessaram o crime e vão responder por furto qualificado e associação criminosa. Eles foram encaminhados para a Cadeia Pública de Porto Alegre do Norte, a 1.143 km de Cuiabá.

“O fiscal do supermercado e os funcionários se organizaram e criaram um mecanismo para burlar o sistema. Quando o cliente passava a compra, eles não emitiam nota fiscal, não finalizavam a compra e o fiscal cancelava o processo. O cliente fazia a compra e saía sem a nota. Com isso, um funcionário percebeu a diferença no balanço e fez a denúncia. Essa ação era rotineira, eles atuavam há dois meses”, explicou o delegado ao G1.

Foram presos dois homens e duas mulheres. O proprietário do supermercado diz que não desconfiava do esquema no estabelecimento. “Parecia uma falha no sistema, mas descobrimos depois de uma denúncia. Eles [funcionários] cancelavam a venda antes de emitir o cupom fiscal. Isso é uma forma de cobrar o próprio cliente sobre de solicitar o cupom fiscal, tem que pedir sempre”, alertou.

 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.6%
5.5%
17.7%
75.2%