23/06/2016 às 16h30min - Atualizada em 23/06/2016 às 16h30min

Laudo sobre estupro de menina de 4 anos fica inconclusivo

Araguaia Noticia
Reprodução

Saiu o resultado do exame pericial sobre a morte da menina Livia Raquel, de 4 anos, que morreu na cidade de Bom Jardim-GO após ter sido estuprada.

O laudo confirma o estupro, mas é inconclusivo sobre a autoria já que o material recolhido na criança não tinha sêmen e não teve como compará-lo com o DNA do principal suspeito, o padrasto de 28 anos, que está preso. Além dele, está presa também a mãe da criança por suposta omissão da violência sexual que a filha sofreu.

O resultado do exame foi entregue na quinta-feira (23/6) pela Polícia Civil de Barra do Garças ao delegado de Aragarças-GO Ricardo Galvão já que o estupro ocorreu em Bom Jardim. Galvão acredita que o exame ficou ‘prejudicado’ porque o material foi coletado quando a criança morreu quatro dias depois do estupro.

Após ter sido abusada, Lívia começou a passar mal e foi levada várias vezes até hospital de Bom Jardim onde disseram que era somente uma virose e o estupro somente foi descoberto quando ela foi encaminhada ao Pronto Socorro de Barra do Garças onde as enfermeiras e médicos perceberam a lesão na parte íntima da criança. 

“Esse exame não incrimina e nem absolve ninguém, mas com relação ao padrasto tem os indícios que foram levantados que apontam para ele a autoria”, explicou o delegado rebatendo comentários no WhatsApp de que o laudo estaria inocentando o padrasto e acusando outro parente da garota.

Lívia era uma menina muito doce e querida pela família e a morte tão violenta que teve repercutiu na região do Vale do Araguaia. A investigação começou a ser feita pelo delegado Heródoto Fontenelle pelo fato de que a criança faleceu no hospital de Barra do Garças e agora o inquérito passou para Aragarças com Ricardo Galvão.

O padrasto nega o crime e mãe alega que não percebeu nenhuma anormalidade com a filha, todavia ambos continuam presos a pedido da Justiça que prorrogou a temporária dos dois para preventiva.
 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.6%
5.5%
17.7%
75.2%