18/05/2011 às 23h33min - Atualizada em 18/05/2011 às 23h33min

Agentes de saúde reclamam que prefeituras estão pagando mal

Olhar Direto
Reprodução

Os agentes comunitários de Saúde do pólo de Barra do Garças, 509 km de Cuiabá, participaram de uma audiência pública, nessa sexta-feira (13), com o deputado federal Valtenir Pereira (PSB) e representantes do sindicato da categoria em Mato Grosso. Os agentes pediram apoio do parlamentar porque muitas prefeituras da região do Araguaia estariam pagando salários inferiores da média nacional de um agente de saúde.

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Saúde de Barra (Sintesbre) Luzilerne Fátima de Souza, informou que em Barra do Garças os agentes de saúde de endemias ou ambientais estão recebendo um salário mínimo, enquanto que nacionalmente um agente tem salário de R$ 700 a 1.000,00. Sobre a questão salarial, Valtenir Pereira informou aos agentes que existe uma lei que determina que o governo federal subsidie 70% dos salários para justamente não impactar as prefeituras e oferecer salários decentes para categoria.

Ele lamentou que alguns prefeitos não tratem esse assunto com seriedade. Participaram da audiência agentes de saúde de Barra do Garças, Nova Xavantina, Ponte Branca, Araguaiana, General Carneiro, Pontal do Araguaia, Novo São Joaquim, Campinápolis e Torixoréu. O deputado anotou as reivindicações da categoria e prometeu que vai conversar com os prefeitos.

A primeira tentativa não deu certo. O parlamentar juntamente com o sindicato estadual tentou marcar uma audiência com o prefeito Wanderlei Farias (PR) e não foi recebido. “Vou procurar o prefeito de Barra para tratar sobre esse assunto, se ele não me receber vou visitar a prefeitura e ponderar esse assunto”, finalizou. A audiência dos agentes de saúde com a presença de Valtenir aconteceu pela manhã no auditório da Câmara Municipal.
 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.3%
4.8%
16.7%
77.2%