05/06/2016 às 16h55min - Atualizada em 05/06/2016 às 16h55min

Taques anuncia retomada de obras da ponte sobre rio Araguaia

Gustavo Nascimento/Gcom-MT

O governador Pedro Taques anunciou a retomada das obras da ponte sobre o rio Araguaia, no município de Cocalinho, na divisa com Goiás. O anúncio foi realizado em reunião nesta quinta-feira (02.06), quando o governador se encontrou com deputados, prefeitos, vereadores e empresários do norte de Mato Grosso para debater sobre infraestrutura e investimentos para a região.

A obra da ponte entre os municípios de Cocalinho e Aruanã (GO) se encontrava parada há mais de 8 anos. Conforme o governador, a ordem de serviço para a retormada foi assinada, tanto pelo governo de Mato Grosso quanto pelo de Goiás. A expectativa é que o projeto volte a andar já no mês de junho.

A ponte contará com 577 de comprimento e terá um aterro de 800 metros do lado goiano e 350 metros de aterro do lado mato-grossense, o que garantirá mais segurança contra danos causados pela chuva. O vão central da estrutura terá 150 metros elevando-se a 50 metros da linha d'água, o que permite a navegação comercial no rio.

Segundo o governador, Mato Grosso fará um investimento de R$ 6 milhões. O Governo de Goiás deverá arcar com R$ 8,2 milhões, e a contrapartida do consórcio será de R$ 9,6 milhões.

Região Norte

Em outra reunião com gestores municípais, o governador Pedro Taques recebeu os prefeitos de Apiacás, Adalto Zago, Paranaíta, Tony Rufatto e Carlinda, Geraldo Ribeiro, juntamente com representantes de Alta Floresta, Nova Santa Helena, que pediram investimentos para a saúde da região, além de melhorias nas rodovias estaduais que ligam os municípios às rotas de escoamento de safra.

As principais pautas foram as obras nas MTs 220, 308 e 343 e investimentos no aeroporto de Alta Floresta que necessita de um emborrachamento na pista e de uma máquina de raio-x. O governador recebeu a demanda dos prefeitos e dará os encaminhamentos com os secretários envolvidos.

A reunião também contou com a presença do secretário adjunto de Turismo, Luís Carlos Nigro, Infraestrutura e Logística, Marcelo Duarte e da secretária adjunta da Casa Civil, Paola Reis e dos deputados Nilson Leitão, Baiano Filho, Nininho, Romoaldo, Dilmar Dal Bosco e Wilson Santos.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.6%
5.5%
17.7%
75.2%