23/05/2016 às 18h53min - Atualizada em 23/05/2016 às 18h53min

Família da manicure desaparecida vai fazer DNA

Água Boa News
Reprodução

A família da Manicure desaparecida Sandra Godoy vai estar em Água Boa nesta segunda-feira 23 de março para recolher material para fazer exame de DNA. A irmã da Sandra, Giselly Godoy falou ao Água Boa News que o exame será para confrontar com cadáver encontrado por a caso por um morador neste sábado às margens da MT 240. “Meu pai está descontrolado com o sofrimento de meses sem esclarecer o que aconteceu com a filha” disse.

O corpo foi localizado dentro de um matagal há cerca de um quilômetro do Córrego da Vanda (Jacu), na MT-240, lado esquerdo da rodovia para quem viaja para Nova Nazaré.

Segundo as primeiras informações, os policiais que acompanharam o caso acreditam que a pessoa está morta há vários meses. Tanto que não foi possível reconhecer o sexo da pessoa morta. Ao lado dos ossos, foram encontradas roupas de mulher, como uma calcinha e uma saia. A saia é da marca Kactus.

Não havia documentos com a pessoa, o que torna ainda mais difícil sua identificação. Os ossos foram recolhidos e encaminhados pela Politec para perícia em Cuiabá, o que pode demorar meses.
Manicure está desaparecida desde 28 de setembro de 2015.

O desaparecimento da manicure Sandra Godoy, de 29 anos, está completando 8 meses no próximo dia 28 e até agora sem solução após intensas investigações da polícia civil.

A jovem sumiu no dia 28 de setembro quando viajava de Barra do Garças onde residia para Ribeirão Cascalheira. A Polícia Civil investiga o caso.
Ela foi vista pela última vez desembarcando na rodoviária de Canarana, no momento do desaparecimento, Sandra estava vestindo calça jeans e uma camisa Polo de cor mostarda e calçava um tênis branco.
O ex-namorado da jovem, um homem de 55 anos foi preso em 03 de dezembro por ser o principal suspeito de ser o responsável pelo sumiço em cumprimento a um mandado de prisão temporariamente por 30 dias que depois foi prorrogado por mais 30 deferida pela Justiça. Foi solto e até hoje o caso não foi esclarecido.

Atualização às 12h10- Os familiares já chegaram á Água Boa.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.9%
5.1%
20.5%
72.6%